Força Aérea alemã não está pronta para combater o Estado Islâmico

A Alemanha pode estar ansiosa por participar no combate contra o Daesh mas algumas das suas capacidades militares são bastante limitadas.

«A Força Aérea da Alemanha está em má forma. Durante anos, os seus aviões de combate entraram em decadência devido à falta de peças de reposição, enquanto o número dos seus aviões operacionais está agora em um de seus pontos mais baixos”, escreve Robert Beckhusen para o site War is Boring [A Guerra é uma chatice].

Berlim planeja enviar seis caças Panavia Tornado para realizar voos de reconhecimento na Síria.

A Alemanha tem um total de 93 Tornado, dos quais 66 são utilizados mas apenas 29 estão realmente prontos para combater, escreve Der Spiegel, citando um relatório recente do Ministério da Defesa da Alemanha. No início desta semana, a ministra da Defesa, Ursula von der Leyen, disse ao ARD que só 30 aeronaves Tornado estavam totalmente operacionais, mas números diferentes realmente não mudam o fato de que a situação está piorando.

Em 2014, um total de 38 Tornado, ou 57 por cento dos aviões de guerra da Alemanha, estavam prontos para combate. Um ano mais tarde, só menos de metade (44 por cento) pode realmente voar em missões.

A mesma dinâmica verifica-se no que diz respeito ao avião de guerra mais avançado no arsenal da Alemanha.

“Pegue o Eurofighter Typhoon. O caça de assalto bimotor com asa delta tipo Canard é o avião de guerra mais moderno da Alemanha. O país possui 109 aparelhos destes, em três variantes diferentes. Setenta e quatro estavam disponíveis, mas apenas 42 estavam totalmente operacionais em 2014,” observou Beckhusen, citando um relatório da Força Aérea alemã obtida pela Der Spiegel.

Esta é uma tendência preocupante em si, mas o fato de que a agência de defesa da Alemanha não faz distinção entre plena capacidade operacional e limitada fá-la tornar significativamente pior. Se esta diferença for tida em conta, o número de aviões Typhoon prontos para combate  poderá cair para oito aeronaves, explicou o especialista.

Fonte: Sputnik News

Anúncios

Sobre Francisco Santos

Jornalista e Editor.

Publicado em 12/08/2015, em Alemanha, Notícias e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. Enquanto isso a Potencia USA, RUSSIA, CHINA, INGLATERRA. ISRAEL, estão doidinho para ver o Circo Pegar Fogo de Novo,

    Curtir

  2. eadem@ig.com.br

    Até agora a propaganda dos EUA/OTAN não fazia o mundo crer que a Alemanha era o elo mais forte dessa aliança imperialista que segundo os discursos, existe para dissuadir à Rússia e se for o caso, esmagá-la numa guerra de verdade?

    Quer dizer que a poderosa Alemanha, pedra angular da belicosa OTAN, tem forças armadas mais fuleiras que op Brasil, por exemplo?

    E é essa mesma OTAN que a Rússia, China e demais aliados temem invadir e destruir pra salvar a humanidade da total dominação norte-americana?

    Que mundo é esse, uái sô?

    Curtir

  3. William André dos Santos

    Obs….Se é essa a realidade da força aérea da Alemanha é melhor ela ficar de fora para não atrapalhar os trabalhos dos aliados. TERRORISTA BOM É TERRORISTA MORTO ANTES QUE PROVOQUE O ATENTADO.

    Curtir

  4. Renilson Almeida

    Poderiam realizar um artigo sobre as antigas Forças Armadas da ex-Alemanha Oriental e os armamentos que ainda foram utilizados pela atual Alemanha?

    ________________________________

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: