Opinião Guerra & Armas

OPINIÃO GUERRA & ARMAS por Francisco Santos.

Apesar de ainda ser novo, recordo-me de um tempo que não mais há de voltar, o tempo onde eu e meus amigos brincávamos nas ruas sob a supervisão de nossos pais que muitas das vezes não podiam estar nos vigiando e delegava essa missão aos ”chatos” irmãos mais velhos, que também entravam na brincadeira sadia que há época eram; polícia e ladrão, pique esconde, adoleta e o mestre mandou, e é claro que não faltava o futebol e o vôlei com a rede improvisada com um fio de luz ou uma corda atravessada na rua entre 2 postes da CEMIG (Companhia Energética de Minas Gerais)  ou pregada de um canto a outro.

Mas você deve estar se perguntando oque isso tem a ver com o título ou com o tema da coluna Guerra & Armas, é ai que quero chegar, naquela época nossos pais não tinham problemas ou preocupações com seus filhos na rua pois sabiam que era um ambiente seguro, para os jovens adolescentes e crianças de hoje que não conheceram aquela época posso dizer que na brincadeira de Polícia-ladrão, havia briga para quem ia ser da polícia já que ninguém queria ser bandido, porém hoje o que vemos é o contrário vejo as poucas crianças que vejo brincar de Polícia-Ladrão ostentando canos ou qualquer coisa semelhante a um fuzil e dando tiro para o alto ostentando ser traficante e que acabara de dominar o morro ou favela, já quem opta por ser polícia na brincadeira faz abordagens agressivas em tom de brincadeira é claro, usando de violência de brincadeira, mas o que falar para eles?, é isso que eles veem na vida real.

Nos meus bons tempos de criança, quando víamos a ROTAM da PMMG que eram as antigas Veraneios da Chevrolet/GM  logo íamos ver a Rádio Patrulha passar e isso são nos anos 90” e inicio dos anos 2000” sentíamos admiração, bastava a Viatura grande com sirenes altas e com policiais fortemente armados descerem do carro que já era motivo para aglomeração de crianças e pais para saber oque acontecia tudo isso sem o risco de haver trocas de tiro ou algo assim, pois a PMMG na quela época era respeitadíssima. A Cavalaria então ”nossa senhora” era um show aparte ficávamos deslumbrados, todos nós queríamos ser policiais, mas infelizmente esse tempo se acabou e olha que sou do inicio dos anos 90” graças a Deus consegui pegar o final desses bons tempos.

Hoje o que vemos são crianças, jovens e adolescentes dizendo a todo momento e onde quer que estejam preferirem ser traficantes, há serem polícia, porém parte disso é culpa do Estado que não investe em uma polícia preparada e deixa a instituição Polícia Militar de todo o país agir de forma agressiva, corrupta e nem um pouco cordial, antigamente o policial batia em sua casa e chamava com educação, pedindo se poderia entrar em sua casa com mandato ou não, o mandato de prisão era cumprido porém o Militar pedia autorização para entrar e entrava educadamente, hoje o que vemos são arrombamentos com alardes, palavreados como ”perdeu, perdeu, perdeu” ou ”a Casa caiu” arrombando tudo, agredindo as pessoas seja moralmente ou fisicamente, é essa a Polícia que nossos filhos veem, e será que é essa a Polícia em que eles se tornaram?

Essa coluna especial do Guerra & Armas, só me faz sentir saudades de um tempo em que andar na rua era coisa normal, uma viatura de bairro era tratada como atração para a moçada e não símbolo de medo e apreensão dos país, polícia no bairro era sinônimo de tranquilidade e total conforto para população, hoje quando vemos polícia no bairro ou estão lanchando na padaria ou estão fazendo ocorrência de crimes hediondos como assassinato ou agressões domésticas.

OPINIÃO GUERRA & ARMAS,  MARÇO DE 2012

________________________________________________________________________________________________

Polícia Militar do RJ, totalmente despreparada, mal treinada e nem um pouco profissional.

DAVID MILLER para Guerra & Armas.

O Vídeo logo abaixo, já ilustra bom o título dessa matéria, constantemente temos visto erros grotescos da polícia do RJ, o crime organizado, as milicias, os traficantes e o auto índice de corrupção evidenciam isso, ao longo de mais de 30 anos temos visto os traficantes dominando os morros do RJ sem terem uma resposta a altura, sendo necessário a intervenção da Brigada Especial do Exército, Fuzileiros Navais, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Força Nacional e Força Aérea intervirem ao longo desses anos, pois a Polícia do Rio de Janeiro que me desculpem ai os cariocas é incompetente e muito mal treinada, hoje em dia qualquer analfabeto entra na polícia do Rio de Janeiro, com baixos salários, mais da metade dos seus policiais viciados em craque e drogas que eles mesmo deveriam combater o uso, imaginem só; a polícia vai na favela prender o traficante, mas ao invés disso eles simplesmente vão buscar uma bucha de droga, ou ate mesmo trocar a liberdade dele por uma bucha de droga, e isso quando não vendem armas aos traficantes ou ameaça trabalhadores e comerciantes dando entroca algo que eles já ganham para fazer, que é a segurança pública que como o próprio nome já diz, é pública, porém não vamos generalizar afinal não são todos, ainda há alguns pouquíssimos policiais que ainda são honestos.

Mas aqui no Guerra & Armas devemos ser justos não é mesmo? vale lembrar também que pego o Rio de Janeiro aqui como exemplo pois os erros grotescos da polícia do RJ já tomou conhecimentos globais estampado ate mesmo nas telas de cinema norte americanas no filme ”Velozes e Furiosos Brasil” onde toda a polícia do RJ estava subornada pelos criminosos que todo mundo sabe que é verdade. Mas as muitas polícias do Brasil são corruptas e mal treinadas e muito menos preparadas para lhe dar com enfrentamento da criminalidade, os policiais como todo mundo sabem são facilmente subornados pelo fato de receberem pouco salário ou seja quase não dá para se manterem com a merreca que o Estado paga.

Maio de 2012

__________________________________________________________________________________________________


 

  1. Silvia Helena Antunes dos Santos

    Boa tarde

    Curtir

  2. Chucky 163

    A polícia de hoje tem que aprender com as polícias daquela época, antigamente eles não passava a mão na cabeça de bandido não, se prendesse o meliante e o delegado soltasse podia ter certeza q o msm iria aparecer em algum lugar com a boca cheia de formigas, esse de hoje só fazem os bandidos rirem da cara deles… ah fico deslumbrado quando ainda vejo essas veraneios em exposição…

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: