EUA destroem quartel do Estado Islâmico após jihadista revelar local por fotos em redes sociais

(Na imagem, ataque aéreo americano em Kobani)

A Força Aérea americana destruiu em um bombardeio um quartel do Estado Islâmico, após uma pequena ajuda interna. Não foi voluntária, mas tão efetiva quanto: fotos tiradas por um jihadista com a geolocalização ativada de um aplicativo de seu celular permitiram que o local fosse vasculhado, achado e bombardeado. A região não foi revelada.

— Os oficiais da Força Aérea fazem operações de vasculhar redes sociais, e em certo momento viram algum idiota marcar o local. Fazem um trabalho, e cerca de 22 horas depois, três ataques conjuntos destróem o prédio inteiro — revelou o general Herbert Carlisle à Air Force Association.

Outros jihadistas não muito inteligentes já comprometeram o grupo após “darem com a língua nos dentes”. Com fotos postadas em redes sociais como o Instagram, um combatente britânico revelou detalhes da vida deles em cidades como Raqqa. o grupo já teria avisado internamente aos vboluntários para que tomem cuidado com o uso dos celulares.

Atualmente, o EI divulga vagas para combatentes através de redes sociais prometendo riqueza material, tempo livre após combates e o “tão aguardado” martírio, através de ataques suicidas.

Fonte: O Globo

Publicado em 06/05/2015, em Notícias e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. A Força Aérea americana destruiu em um bombardeio um quartel do Estado Islâmico, após uma pequena ajuda interna. Não foi voluntária, mas tão efetiva quanto: fotos tiradas por um jihadista com a geolocalização ativada de um aplicativo de seu celular permitiram que o local fosse vasculhado, achado e bombardeado.(CITAÇÃO DA MATÉRIA)

    Nesse caso as fotos enviadas por meios eletrônicos são uma boa medida de contra ofensiva. Nota 10 para os USA.

    Curtir

  2. eadem@ig.com.br

    Me engana que eu sou jornalista brasileiro e portanto, estúpido e gosto de dar uma de otário acreditando e veiculando notícias do gênero!

    Os EUA monitoram o mundo inteiro e contam os cabelos do cu de qualquer um neste planeta, mas por acaso, IGNORAVAM haver forças jihadistas sabe-se lá aonde.

    De repente, um dos próprios mercenários-sócios dos americanos resolveu fingir dar uma mancada e aí aconteceu!

    E o que aconteeu?

    Alguma atenta bicha do Pentágono “descobriu” o tal quartel e a infalível USAF foi lá, bombardeou o alvo, fingiu destruí-lo e só não diz quantos jihadistas matou pra fazer suspense e deixar os caras que se fingem de informantes pagos pelos EUA “mostrarem serviço” revelando a “proeza” daqui há dois ou três dias.

    Nestes tempos de chances minguantes de reeleição pra Casa Branca, uma notícia dessas garante no mínimo uns trinta milhões de votos dos alienados norte-americanos.

    Afinal foi assim nas mortes de Saddan, de Bin Laden e agora dos jihadistas.

    Cá pra nós, não ficaria mais barato o rebolativo bailarino-presidente Macack Obanana dar as contas dos mercenários contratados como jihadistas e sair dizendo por aí que “acabou com a guerra” sozinho e no grito?

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: