Arquivos do Blog

Em 1 ano, 23 homens do Exército se feriram na Maré; vídeo mostra ‘guerra’

Imagem da TV Globo Minas

A pouco mais de um mês da saída da Força de Pacificação do Conjunto de Favelas da Maré, na Zona Norte, o Comando Militar do Leste informou que desde o início da operação 23 militares tiveram ferimentos leves em confrontos com criminosos no local desde que o início da ocupação pelo Exército, em abril de 2014. Dois desses militares se feriram num intenso tiroteio no início do ano, conforme mostra o vídeo obtido pelo RJTV.

As imagens foram gravadas por um militar, em 21 de janeiro, na Vila dos Pinheiros. Na ação, policiais militares e soldados do Exército tentavam impedir uma invasão de traficantes. Três facções disputam o controle dos pontos de vendas de drogas. As cenas de guerra incluem até balas traçantes, que partiam de armas de criminosos. Foi quase um minuto de tiros.

O conjunto da Maré tem 16 comunidades. A Vila dos Pinheiros, onde o vídeo foi gravado, fica ao lado de uma das principais vias expressas do Rio, a Linha Vermelha.

Desde abril de 2014, a Força de Pacificação ocupa a região, preparando o terreno para a implantação das UPPs.

De 5 de abril de 2014 a 29 de abril de 2015, o Exército fez quase 583 prisões, 251 apreensões de menores, e mais 1.340 apreensões de drogas. Os militares também encontraram munição, armas, carros e motos roubados.

Pelos dados oficiais, o número de homicídios antes e depois da ocupação, pouco mudou: de 58 caiu para 56.

Os confrontos entre traficantes e homens do Exército têm sido frequentes. Em novembro do ano passado, um cabo morreu baleado na cabeça.

O Exército deixa a Maré em 30 de junho e a substituição por tropas da PM começou no início de abril.

Fonte: G1

Polícia: Pai de adolescente mata homem após ele postar vídeo fazendo sexo com sua filha

2zcFSCw

RT0R5hD

Ai5HOfb

ASSISTA AO VÍDEO: https://vid.me/AD1w

Vídeo promocional do cargueiro Embraer KC-390

Opinião: Brasil afundando graças ao PT

Ministério da Defesa do Peru pretende comprar 20 novos helicópteros de combate

Um dos atuais helicópteros de ataque Mil Mi-35M da Força Aérea do Peru. (Foto: Erik Rostov / Russian Planes)

O Ministro da Defesa do Peru, Pedro Kateriano Belido anunciou que seu departamento precisa adquirir mais 20 helicópteros, e já enviou um pedido ao governo. O tipo escolhido e o país de origem dos helicópteros não foi informado, mas sabe-se que os helicópteros vão servir nos vales dos rios Apurimac, Ene e Mantaro, realizando missões militares para combater o terrorismo e o tráfico de drogas, amplamente comercializadas na região, devido ao recente aumento do grupo extremista Sendero Luminoso.

 

“Queremos aumentar a segurança na área, e a compra de novos helicópteros poderia nos ajudar muito”, disse Pedro Kateriano. A fim de controlar as áreas dos vales dos três rios, o Ministério da Defesa do Peru está planejando a compra de novos helicópteros, além de continuar o programa para a modernização dos existentes helicópteros em serviço que foram anteriormente adquiridos.

Apesar do fato do ministro da defesa não divulgar os modelos de helicópteros a ser adquiridos, presume-se que sejam modelos russos Mi-17 (produzidos em Ulan Ude) e Mi-35M. Esses helicópteros já são utilizados pelas forças armadas peruanas. Em 2010, o Peru assinou um contrato com a Rússia para compra de seis helicópteros Mi-171SH modificados e dois Mi-35P. Como parte da execução do contrato, os helicópteros foram entregues para Peru em 2011, antes da abertura da exposição internacional de defesa e tecnologia SITDEF Peru 2011, em Lima.

A eventual compra do país sul-americano de helicópteros de fabricação russa é a continuação lógica do intenso desenvolvimento na última década da cooperação técnico-militar entre os dois países implementada em 1972. Agora, a Rússia também prevê a criação de centros de tecnologia no Peru para reparar os helicópteros da família Mil (o acordo foi assinado em 2008, quando o presidente russo Dmitry Medvedev visitou o seu homólogo peruano Alan Garcia).

Atualmente, o comando militar peruano está considerando a compra de sistemas russos de radares, armas leves, e simuladores de treinamento para os militares, que são projetados para reduzir os custos para a formação de especialistas militares.

Colaborou com o texto o amigo Rustam Bogaudinov, direto da Rússia.

 

Fonte: Cavok

Promotores militares investigam rasante de jato Su-24 sobre rodovia na Rússia

O jato de combate Su-24 Fencer no momento do rasante sobre a rodovia.

Um vídeo de um jato Sukhoi Su-24 Fencer, dando um rasante numa rodovia na Rússia, está circulando na internet desde o começo da semana, e inclusive já passou pelos comentários aqui do Cavok. A novidade agora é que promotores militares russos informaram nessa quarta-feira, dia 5 de setembro, que estão investigando os registros de vôo e as medidas de segurança sobre essa estranha operação. O vídeo pode ser visto a seguir.

Um porta-voz dos procuradores militares do distrito militar do sul disseram à agência de notícias Interfax que tinham “começado um controle sobre a organização sobre os voos efetuados e as medidas de segurança nas bases aéreas”.

O vídeo foi divulgado no YouTube no dia 31 de agosto, gravado por uma câmera no painel de um carro que está andando na rodovia, e de repente ele surge voando extremamente baixo e rápido, acompanhando a rodovia, que segundo informações liga as cidades do sul de Volgograd e Rostov-on-Don.

O vírus tonrou-se sensação na internet e foi transmitido em diversos canais de televisão na Rússia. Pilotos experientes russos disseram que a manobra é extremamente normal em treinamentos.

Fonte: Cavok

%d blogueiros gostam disto: