Arquivos do Blog

Caça da Força Aérea cai em Santa Cruz, Rio; tripulantes se salvam

Um caça da Força Aérea Brasileira (FAB) caiu na Base Aérea de Santa Cruz (BASC), na Zona Oeste do Rio, no início da noite desta terça-feira (5). Segundo a FAB, era um voo de instrução e os dois tripulantes conseguiram se ejetar, descer de paraquedas e pousar com segurança.

Ainda de acordo com a FAB, os dois perceberam o problema técnico no trem de pouso e que não conseguiriam pousar. O avião caiu em uma área desabitada dentro do terreno da Base Aérea. Ninguém ficou ferido.

A Força Aérea informou que o procedimento de ejeção foi necessário, já que um pouso de barriga não seria possível. A FAB disse ainda que houve fogo na aeronave, um caça F5-FM Tiger modernizado, e que bombeiros da própria área militar fizeram atendimento no local do acidente.

Segurança olímpica
A base será uma das unidades militares responsáveis pela segurança do espaço aéreo durante o período da Olimpíada e da Paralimpíada.

A base receberá cerca de 250 militares de cinco esquadrões, que vão atuar em turnos. O objetivo é “manter a soberania nacional e a segurança dos voos durante 24 horas”, segundo a FAB. Serão utilizados aviões de caça, helicópteros e aeronaves remotamente pilotadas.

A BASC também teve a mesma atuação em outros grandes eventos, como a Copa das Confederações, a Rio+20, a Jornada Mundial da Juventude e a Copa do Mundo.

Na simulação, caças escoltam aeronave que invadiu espaço aéreo restrito até a Base Aérea de Santa Cruz (Foto: Alba Valéria Mendonça/ G1)Areonáutica tem caças F5 fazendo a segurança do espaço aéreo do país (Foto: Alba Valéria Mendonça/G1)
]Fonte: G1

Imprensa do eixo Rio – São Paulo omite realidade de violência

Policiais do BOPE-RJ fazem operação de segurança no Cristo Redentor no RJ

Enquanto São Paulo e Rio de Janeiro se deparam com verdadeiras crises de insegurança, os jornais paulistas e cariocas noticiam os preparativos e treinos das forças de segurança destes estados para a segurança das Copas da Confederação e do Mundo de 2014, Olimipíadas e visita do Papa Francisco na jornada mundial da juventude, prova disso é a foto acima divulgada nos principais meios de comunicação do país, quando na realidade a foto abaixo retrata a situação real do Rio de Janeiro e São Paulo, os jornais escondem os atos violentos ou simplesmente os camuflam chamando a atenção da sociedade para fatos banais como acidentes de ônibus, blitz da lei seca e qualquer outro divertimento para cegar a sociedade.

Ônibus incendiados em aglomerados cariocas, ao fundo o Caveirão do BOPE-RJ

Ônibus incendiado em São Paulo

%d blogueiros gostam disto: