Tensão com caças da Venezuela na fronteira com Roraima

Resultado de imagem para caça sukhoi venezuelano

Os sobrevoos de dois potentes caças russos Sukhoi SU da Força Aérea da Venezuela na fronteira com o Brasil e a movimentação de caças da Força Aérea Brasileira (FAB) no dia seguinte causam tensão na região norte de Roraima.

A FAB enviou para a base aérea do Estado sete caças AMX – dois na terça e outros cinco na última quinta-feira – além de dois Hércules C 130. Em nota, a FAB informa apenas que trata-se de um exercício.

Mas fontes militares da base informam que os caças da Venezuela teriam invadido o espaço aéreo do Brasil no início da semana, na região de Pacaraima. E que o governo de Nicolas Maduro já teria pedido desculpas informais ao Ministério da Defesa e Aeronáutica comunicando ter sido um incidente involuntário.

Cobrada sobre a situação, ainda um mistério, a FAB informou em outro e-mail que não houve registros de invasão.

O que causou mais mistério é que a Aeronáutica costuma avisar a imprensa de exercícios, o que não ocorreu neste caso. Ontem o site da FAB saiu do ar, e equipe em Brasília trabalha com sistema operacional de emergência.

Os AMX são para apoio operacional. O Brasil está desguarnecido de poder militar aéreo, em parte. Os Mirage foram ‘aposentados’, e os atuais F-5 da frota têm pouco poder de fogo e alcance.

 

Fonte: Uol Notícias

Anúncios

Sobre Francisco Santos

Jornalista e Editor.

Publicado em 10/08/2016, em América do Sul, América Latina, Notícias e marcado como , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 6 Comentários.

  1. Thirson Rodrigues de Medina

    Aparentemente a presença dos C-130 Hércules, pode estar co-ligado a ajuda humanitária ao Haiti.

    Curtir

  2. Com certeza os caças venezuelanos adentraram e sobrevoaram essa região inóspita do território brasileiro para reconhecê-lo e provavelmente, caso a Venezuela invada o Brasil de surpresa, deverá tentá-lo por aquele área mais desguarnecido da fronteira entre ambos países.
    Quanto às desculpas do governo venezuelano são retórica diplomática própria de incidentes desta natureza.
    Todavia, como a FAB não dispõe de aviões capazes de enfrentarem os Sukoi venezuelanos, o EMFA decidiu “tirar a diferença” em terra porque o EB é muito mais forte, melhor treinado, bem mais motivado que os soldados de Maduro e daí porque enfatizar o apoio aerotático das tropas terrestres brasileiras a ser fornecido pelos AMX, que também dispõe de meios anti-aéreos e têm um raio-de-ação considerável.
    Vejo essa decisão do EMFA como acertada, pois em caso de invasão do Brasil pela Venezuela os confrontos serão principalmente em terra e mais raramente no mar e os Sukoi, apesar do poder de fogo superior, não serão muito úteis em combates nas selvas e nem para bombardeiros estratégicos.
    Aliás, os venezuelanos seriam muito estúpidos se bombardeassem cidades brasileiras porque isso levantaria toda a opinião pública do Brasil que exigiria a total invasão e humilhação da Venezuela em troca de tamanho vexame.
    Daí porque os AMX foram enviados à RR, pois servem exatamente para isto.
    Moral da estória: Em confrontos aéreos sobre Roraima a força aérea venezuelana é nitidamente superior à FAB mas não é muito útil para apoiar uma invasão terrestre, que sem superioridade aérea não irá muito longe.
    Já o Brasil parece em vantagem nos combates terrestres e se tudo correr como creio, pode ser até que um contra-ataque brasileiro na região seja capaz de invadir consideráveis setores do território venezuelano e isso complicaria a situação de Maduro e das suas forças armadas.
    Detalhe: Os C-130 Hercules foram a RR com a infraestrutura logística e de apoio técnico necessários à plena operacionalidade dos AMX e de outras aeronaves que o Brasil possa enviar posteriormente àquela região aparentemente QUASE CONFLITADA.
    Contudo, sinceramente, a não ser que os venezuelanos sejam muito estúpidos e também estejam fazendo o jogo sujo dos norte-americanos, não acredito que Maduro ordene uma invasão ao Brasil e nem mesmo desencadear escaramuças de fronteira.
    Sieg Heil!

    Curtir

    • Elias Costa Tenório

      Mas que viajem na maionese… a Venezuela invadir o Brasil? Nem em sonhos delirantes de estrategistas militares! Invadir em um dia para ser expulso no outro? Não faz nenhum sentido… Na verdade, deveríamos nos preocupar MAIS com a INVASÃO ANGLO-AMERICANA na reserva de Raposa Serra do Sol, com grupos de mercenários, entre eles os tais “Black Waters” que atuaram no Iraque… Eles estão aqui em Roraima armados até os dentes e contratados para proteger a extração ILEGAL de Nióbio e outros tantos minerais que fazem parte dessa “reserva indígena”, curiosamente EXATAMENTE EM CIMA DE TODA A NOSSA RESERVA DE NIÓBIO (99% das reservas mundiais estão no Brasil, a maior parte na reserva Raposa Serra do Sol)… Mas ninguém vai lá com MEDO de confronto ou de que os Estados Unidos e a ONU declarem a reserva como INDEPENDENTE… Tudo isso graças ao ex-presidente LULA que teve a mediocridade de autorizar a demarcação dessa reserva e ainda pior, em área contígua de fronteira, ai não podemos controlar o que entra e o que sai dela pela selva porque é área indígena… Roraima já está invadida… Cabe a nós brasileiros termos vergonha na cara e “colhões” o famoso “aquilo roxo” que dizia o Collor e expulsar os invasores… Alguém quer me contradizer? Fiquem à vontade, mas venham com fatos concreos e não com elucubrações de vendilhões da Nação Brasileira…

      Curtir

  3. sergio kadosh

    No meu ponto d ver
    È nesseçario ter certesa
    Sobre tais invasao
    Do contrario
    Obs

    Curtir

  4. Dos 24 aviões, apesar de excelentes dos Sukhoi-SU30, somente 02 estariam em condições de vôo devido ao precário serviço de assistência e suprimentos russo e venezuelano. Quanto aos F5m c bvr derby + EMB-145 AEW&C são um páreo duro p os SU30.

    Curtir

  5. AVACY AMPOLINI

    PREZADOS SENHORES, não desmereça o poder bélico da Venezuela, em primeiro lugar devemos conhecer toda a infra-estrutura e supra estrutura bélica do pais, todo o sistma de informação d inteligência sobre tal país deverá ser levantado, também seus prováveis parceiros em mar,ar e terra, as suas logísticas,países que irão fornecer equipamentos e suas ´rotas comerciais, markting militar contra o país, empenho na mídia mundial, prospectos de gerenciamento de tropas, projetos de ataque defesa das três armas brasileiras, a guerra é um projeto como fosse uma empresa que presta serviço fora de habitat natural, deverão serem mandados militares da inteligência e convênios com nossos fornecedores todas a industria nacional deverá trabalhar em torno da área militar, nossa logistica devera ser m cima de pneus pois temos a maior frota privada da américa latina, o o EMFA poderá usufruir disso o serviço poderá ser tercerizado paa empreas privadas, uma boa logistica um bom projeto de ataque e conhecimento de informações secretas em uma semana a VENEZUELA ESTARÁ EM NOSSO PODER, PODENDO ADVIR, bolívia, cuba, El Salvador etc…,não ficará pedra sobre pedra nestes paises, lembrarão a décima geração. tenho dito, somente a inteligencia substitui a força bruta.

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: