Jato que seria usado na fuga de Cerveró custa US$ 2,5 milhõesolitica

O mundo descobriu atônito na semana passada os detalhes de uma estratégia de fuga do preso na Operação Lava Jato Nestor Cerveró. A intenção seria que o detento não fizesse sua delação premiada e implicasse poderosos em escândalos de corrupção. O plano previa o uso de um jato executivo Falcon 50, um modelo com três motores lançado no mercado há 40 anos com capacidade para até nove passageiros dependendo da configuração.

Preso na última sexta-feira, o advogado Edson Ribeiro, responsável pela defesa do ex-diretor da Petrobras e acusado de fazer parte de um esquema para interferir nas investigações da Polícia Federal, juntamente com o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) e o banqueiro André Esteves, ex-CEO da empresa financeira BTG Pactual, ambos também detidos, tinha uma estratégia já traçada: sair do Brasil pelo estado do Paraná por rota terrestre até o Paraguai, com posterior voo para a Espanha em um jato executivo.

Pelas gravações que fundamentaram as prisões, nota-se inicialmente que os envolvidos planejavam o uso de um jato Citation, coincidência ou não, mesmo modelo de propriedade da BTG Pactual. Porém, por questões operacionais, finalizaram a proposta com a definição de um Falcon 50 para a missão. A ideia seria evitar escalas técnicas para reabastecimento.

No Brasil, a idade média de ambos os modelos é de 10 anos, segundo dados do Registro Aeronáutico Brasileiro. Em números, são 140 aeronaves Cessna Citation Jet, sendo que destas cerca de 21% estão em situação irregular. Já em relação ao modelo Falcon 50, constam apenas nove registros junto à ANAC, com apenas três aeronaves em situação regular para operação, todas baseadas na região Sudeste.

O Falcon 50, modelo escolhido para a fuga de Cerveró, foi construído tendo por base seu antecessor, o Falcon 20. Seu projeto foi idealizado a partir da crescente demanda nos Estados Unidos por voos de longo alcance. Trata-se da primeira aeronave civil projetada com desenho da chamada asa supercrítica, que corta o ar com maior eficiência e menor resistência. Ao todo, foram fabricadas mais de 350 unidades do Falcon 50, que realizou seu voo inaugural em 7 de novembro de 1976, tendo como primeiros operadores as forças aéreas de França, Itália e África do Sul. Sua produção foi interrompida em 2007, com a última entrega em 2008. Ele foi substituído pelos modelos Falcon 900 e Falcon 7X.

Além de uma cabine luxuosa, o Falcon 50 se tornou popular entre os operadores da aviação de negócios por possuir um longo alcance e por ser considerado o trijato mais rápido de sua categoria, graças aos motores Garret TFE731-3, com potência máxima de 3.500 lbf cada. Atualmente, o Falcon 50 pode ser encontrado para venda no mercado de aeronaves usadas com preços a partir de US$ 2,5 milhões.

Curiosamente, a autonomia da aeronave é suficiente para um voo sem paradas por uma distância de até 5.830 km – já sua última versão, o Falcon 50EX, tem um alcance máximo de 5.695 km. Na prática, isso significa que, se a suposta fuga de Cerveró tivesse sucesso, ainda assim, seria necessário pelo menos um pouso intermediário de reabastecimento entre o Paraguai e a Espanha, o que provavelmente aconteceria na África, considerando que o trajeto do plano de fuga era de cerca de 9.200 km, pouco menos que dobro do alcance máximo da aeronave.

 

Especificações Técnicas

 

         Falcon 50  / Falcon 50 EX


Dimensões Exteriores

Comprimento                            18,52 m  /  18,52 m

Envergadura                             18,86 m  / 18,86 m

Altura                                          6,98 m  /  6,98 m

 

Dimensões Interiores

Altura                                          1,8 m  /  1,8 m

Largura                                     1,86 m  / 1,85 m

 

Pesos

Peso máximo de decolagem  17.600 kg  /  18.008 kg

Capacidade de combustível     7.040 kg  /  7.040 kg

 

Performance

Alcance                                    5.830 km  /  5.695 km

 

Motorização

Motores                    3 Garrett TFE 731-3  /  3x AlliedSignal TFE 731-40

Potência               1,680 kg / 3,704 lb cada  / 1,680 kg / 3,704 lb cada

 

Valor Estimado de Venda

U$D                                         2,5 milhões  /  4,5 milhões

Fonte: Aero Magazine

Sobre Francisco Santos

Jornalista e Editor.

Publicado em 12/13/2015, em Notícias, Política e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. DUVIDO QUE O CERVERÓ CHEGASSE VIVO NA ESPANHA. SE LA CHEGASSE COMO IRIA SE ESCONDER? NA VERDADE IRIA “SUMIR NO TRANSPORTE” PARA TER A BOCA FECHADA ETERNAMENTE, COMO O CELSO DANIEL E O FILHO DELE SALVOU AVIDA DO PAI AO FAZER A GRAVAÇÃO

    Curtir

  2. Com certeza iria para o fundo do Oceano Atlântico. E o piloto??? Bem; esse seria o único que por acaso teria um Paraquedas.

    Curtir

  3. eadem@ig.com.br

    Com Embraer similares muito superiores a essas latas-velhas, eu jamais compraria um Falcon e muito menos, um Citation.

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: