Colômbia começará a retirar os seus blindados Cascavel da ativa em 2018

FUTAM Cascavelemdesfilelindaabre

Desfile de blindados Cascavel em Bogotá

O Exército colombiano vai aposentar os seus veículos de combate da Infantaria EE-9 Cascavel entre os anos de 2018 e 2019.

A informação foi dada hoje, no site Infodefensa.com, por Erich Saumeth Cadavid, o mais importante comentarista civil de assuntos militares colombianos (leia em http://www.infodefensa.com/latam/2015/10/26/opinion-engesa-cascavel-ejercito-colombia.php).

De acordo com o articulista, dos 123 carros Cascavel que chegaram à Colômbia em 1982, restam hoje 118, preservados com modificações nos motores e no sistema de tiro, que visam garantir a eficácia da viatura.

Após 33 anos de uso, o Cascavel ainda é o meio blindado de maior poder de impacto da força terrestre colombiana, o que deixa entrever que, em função da guerra de guerrilha contra as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), a Arma Blindada não tem recebido prioridade dos generais locais.

FUTAMCascavelnoaltoda cidade

Cascavel colombiano empenhado em missão de segurança urbana, diante da ameaça representada pela guerrilha das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia)

Nas últimas décadas, a corporação preferiu investir em helicópteros de porte médio, armas antitanque, equipamentos de comunicações e de visão noturna, e material de proteção individual do combatente (coletes, fuzis e pistolas automáticas de diferentes modelos).

Merkava – Contudo, a partir de 2011, diferentes eventos internos do Exército colombiano (simpósios e mesas de debate) vêm examinando alternativas para dotar o Exército de maior poder de choque.

A empresa alemã Kraus-Maffei Wegmann (KMW), com o apoio da Embaixada de seu país em Bogotá, já ofereceu aos colombianos um lote de carros Leopard 2 usados, elevados ao padrão A6.

O governo israelense ofertou seus tanques Merkava, também de segunda mão, com elementos da eletrônica que equipa o Merkava IV, do Exército israelense. Mas a conhecida parceria política entre os governos Santos e Barack Obama também pode influir. Nesse caso, levando os militares colombianos a adquirir uma pequena quantidade de carros M-1 Abrams dos estoques de surplus do US Army.

FUTAM – Outra opção que se abre aos colombianos é comprar não um carro de combate pesado, mas um moderno blindado 8×8, dotado de canhão de 105 mm e capacidade de disparar mísseis antitanque.

Um veículo desse porte (inferior a 30 toneladas) seria o ideal para reforçar, por exemplo, a chamada FUTAM (Fuerza de Tareas de Armas Combinadas Medianas), que os generais colombianos criaram na última semana de janeiro passado, para contrapor a ameaça representada pelas tropas venezuelanas defronte ao departamento de La Guajira, no extremo noroeste do território da Colômbia – uma das poucas áreas da fronteira entre os dois países que permite a evolução de viaturas blindadas.

FUTAMdesfiledeblindados

A foto mostra os carros EE-9 Cascavel pintados com a cor de camuflagem do deserto típica das viaturas do Grupo Blindado Matamoros, uma das unidades que integra a FUTAM

Planejada como uma unidade de elite, a FUTAM reúne e integra o que de melhor o Exército colombiano possui, dentro de um denominador comum de alta mobilidade.

O problema é que, ao lado da questão da insuficiência de seus meios blindados, o Exército colombiano precisa lidar com outras deficiências igualmente graves, como a precariedade de sua artilharia de campanha, ou do seu armamento antiaéreo de médio e longo alcance, que, praticamente, inexiste.

Anúncios

Sobre Joshua Duarte

Gosto de Filmes e livros de ficção, fantasia (principalmente Héry Póty), história e + ou - Best Seller. Odeio Gente idiota, ignorante, Poser, e que só sabe falar bem ou mal de PT e PSDB, pq pra mim é tudo a mesma bosta. Haaaaaa!!! Quase que eu esqueço, adoro rock e odeio funk, por mim, poderia cair um raio em cima de tudo que for funkeiro.

Publicado em 10/26/2015, em América do Sul, Armas Brasileiras, Brasil e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Todos esses gastos em dinheiro daria para erradicar a fome no mundo. Dai para frente ha a possibilidade de atacar doenças e enfermidades….Mas isso não status para Corruptos e nem sobra Dinheiro para esconder na Suíça.

    Curtir

  2. eadem@ig.com.br

    Que se ferrem os cheiradores colombianos!

    O importante é o Brasil continuar usando ops seus cascavéis, urutus, cobras-dágus e gibóias por mais 70 anos e fim de papo!

    Curtir

  3. Marcelodellapoor

    Ate hoje esse carro de combate e excelente, rápido e preciso, eu estive na companhia do nono esquadrão de cavalaria mecanizado no Rio de Janeiro, eu na época era GC explorador cavei 33 trincheiras com o meu pelotão, foi muito legal, participamos com desembarque na mata com helicópteros, e digo esse carro ate hoje e excelente rápido em todo tipo de terreno.

    Curtido por 1 pessoa

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: