Senado brasileiro aprova o financiamento dos caças Gripen E/F


Assinatura do contrato dos Gripen passa para 24.10, e juros cai para 1,95% ao ano


O Senado Federal brasileiro aprovou um acordo de financiamento US$4.6 bilhões para a aquisição de 36 caças Saab Gripen E / F, informou a agência de notícias Reuters.

O acordo, que foi assinado em 5 de agosto, ratifica um acordo entre o Ministério da Defesa e a Sweden Export Credit Corporation para um plano de financiamento que contempla a aeronave o qual foi concluído em 29 de Julho.

Nos termos do acordo, as taxas de juros anuais serão fixadas em 2,19%, em comparação com o 2,54% originalmente solicitado pelo governo sueco. A Suécia tinha sido relutante em reduzir a taxa, mas foi persuadida a fazê-lo para evitar que o negócio se tornasse uma vítima de problemas econômicos atuais do Brasil.  O Brasil tem 25 anos para pagar o empréstimo, com um período de carência de oito anos.

A aprovação do acordo de financiamento do Senado virá como um impulso bem-vindo ao programa Gripen E, que já havia sofrido o infortúnio de ter o acordo de financiamento para a venda de 22 aeronaves à Suíça rejeitado pelo voto popular em abril de 2014. O Brasil já teve que cancelar os planos para arrendamento de 12 aeronaves Gripen C / D da Força Aérea da Suécia que cobririam o gap operacional até a chegada dos  Gripen E / F, a razão para tal declínio é financeira, e o programa de aquisição não poderia se dar ao luxo de quaisquer retrocessos ou atrasos significativos.

O Brasil anunciou a sua intenção de adquirir 36 aeronaves Gripen (28 monoposto Gripen “E” e oito bipostosn “F”) para cumprir a sua exigência de longa data do F-X2 que foi definido em dezembro de 2013. A produção das primeiros 15 fuselagens será concluída nas instalações da Saab Linkoping na Suécia, o restante será construído em uma linha ainda a ser estabelecida no Brasil. A entrega do primeiro avião está prevista para 2019 e o último, para 2024.

Além das  36 aeronaves já encomendados, a Força Aérea Brasileira espera a aquisição de mais 72 Gripen E / F no momento em que as entregas forem completadas. Um funcionário sênior divulgou anteriormente que todos os 108 aeronaves serão entregues em três lotes em execução a partir de 2019 até 2032. É provável que os dois outros lotes sejam inteiramente montados no Brasil, assim como as aeronaves para futuros clientes regionais.

O acordo de US$ 5.4 bilhões para a aeronave, engloba armas e apoio, além disso a Saab e o Comando da Aeronáutica do Brasil (COMAER) assinarão um acordo de 10 anos para projctos de cooperação industrial, que incluem a transferência de tecnologia para a indústria brasileira.

Sobre Joshua Duarte

Gosto de Filmes e livros de ficção, fantasia (principalmente Héry Póty), história e + ou - Best Seller. Odeio Gente idiota, ignorante, Poser, e que só sabe falar bem ou mal de PT e PSDB, pq pra mim é tudo a mesma bosta. Haaaaaa!!! Quase que eu esqueço, adoro rock e odeio funk, por mim, poderia cair um raio em cima de tudo que for funkeiro.

Publicado em 08/07/2015, em Brasil, Tecnologia e marcado como , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. Renan Joaquim

    Enfim teremos um caça eficiente..e o melhor com produção nacional e trasnferencia de tecnologia por parte dos suecos…mas 2032?é muito tempo…creio eu que ja estarão obsoletos ou entrando nesse processo..até lá a nomenclatura já estará em X/Z…assim como os mirages 2000 e f-5 sempre sofrendo atualizações sucessivas e de orçamentos exorbitantes !

    Curtir

  2. Em minha opinião um caça fraco, mas bem equilibrado na América do sul, mas insuficiente para caças atuais já existentes o Brasil já teria o seu próprio caça que dês da época da ditadura era chamados por alguns engenheiros AMX, mas na verdade sua configuração era camuflada, mas infelizmente com entrada de tanto ladros no senado isso acabou virando um sonho perdido, o Brasil se submeti a este caça fraco já que nosso pais entre aspas poderia ter já hoje em dia com suas medições e cientistas engenheiros muitos se deslocarão para EUA e desenvolverão suas tecnologias, mas isso ninguém fala, infelizmente nos fomo colonizados de baixo de fardas explorados e ate hoje esse resultado se vê ate hoje na politica da democracia fascista estalada no jogo sujo em que vivemos debaixo do jugo da mão invisível cobrindo nosso mercado e nos atirando para fora da competição, assim como os jogadores que se venderão com seus empresários para exterior assim nossos engenheiros cientistas sem recursos foram obrigados mudar de bandeira para não morrer de fome nesta zona que e o atual Brasil.

    Curtir

    • Renan Joaquim

      Sim Sim…não é um caça com padrões americanos,britanicos e franceses de combate e experiencia..mas creio que com a aquisição de tecnologia poderemos sim desenvolver um caça que supra nossas necessidade de soberania aérea e eficiencia combativa,e claro visando o mercado de exportação internacional..como já tentado com a argentina,que só não foi adiante pelo simples fato do gripen conter componentes de fabricação inglesa…e todos nós sabemos da birra que existe entre argentina e inglaterra…mas superando isso…creio que as chances são boas em ter um caça alto nivel e de produção nacional…

      Curtido por 1 pessoa

  3. A produção das primeiros 15 fuselagens será concluída nas instalações da Saab Linkoping na Suécia, o restante será construído em uma linha ainda a ser estabelecida no Brasil. (CITAÇÃO DA MATÉRIA)

    Meeeeu Deus; é aqui que começa o nosso medo, exatamente quando começar a Fabrica ainda não definida. Seria o inicio de um desvio de verba!? Como se chamará esse? “ESCANDALO AVIACÃOZÃO”

    A Suécia tinha sido relutante em reduzir a taxa, mas foi persuadida a fazê-lo para evitar que o negócio se tornasse uma vítima de problemas econômicos atuais do Brasil.(CITAÇÃO DA MATÉRIA)

    Vamos fazer com a Grécia; Mata o povo de fome, mas temos Caça de Ultima Geração. Se não der para pagar, da-se o Calote. Aí se a Suécia não gostar; que venham para ca para toma-los de volta. Como eles estão aqui, da para arriscar um “duelo” nos ares do céu Brasileiro, e ainda podemos acusa-los de Violação do Espaço Aéreo.

    Além das 36 aeronaves já encomendados, a Força Aérea Brasileira espera a aquisição de mais 72 Gripen E / F no momento em que as entregas forem completadas.(CITAÇÃO DA MATÉRIA)

    Mais ainda? Nem compramos o primeiro. Parece aquele “guloso” diante duma macarronada com Frango que exclamou: QUE SERA QUE COMEREMOS NA HORA DO JANTAR!???

    assim como as aeronaves para futuros clientes regionais.(CITAÇÃO DA MATÉRIA)

    Quais futuros clientes??? Os compadres do Molusco 9 tentáculos e sua Afiliada Mocréia vão é dar de graça para os Compadres como fizeram com a Refinaria de Petróleo que presentearam o COCALEIRO EVO.

    Curtir

  4. Jeovani ferreira tiago Ferreira da Silva

    o governo do brasil não medi esforço pra ser o mais indiota pra compra um avizinho de merda da suecia e uma demora de desgraçada apasso de tartaruga bandu de safadu sem vergonha Date: Fri, 7 Aug 2015 13:03:17 +0000 To: jeovanifvieira@hotmail.com

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: