EUA suspeitam que China possa ter intenção de destruir satélites americanos

Aeronave não tripulada é lançada sobre um foguete Long March 3C da província chinesa de Sichuan

A China e a Rússia são capazes de abater satélites americanos, por isso os Estados Unidos têm que colocar um sistema de defesa antimíssil no espaço, disse o representante do comitê de serviços de informações da Câmara dos Representantes, Michael Rogers.

A China experimentou suas armas no espaço, destruindo seu próprio satélite, lembrou o congressista aos repórteres durante um café da manhã empresarial em Washington. Na opinião dele, isso significa que o país pode derrubar qualquer satélite dos EUA, e por isso é necessário colocar no espaço um sistema de defesa antimíssil.

O especialista militar Vladimir Evseev comentou para a Sputnik essa declaração, observando que os EUA não têm fundos suficientes para esse objetivo.

Por exemplo, os Estados Unidos têm 100 satélites militares. Então, para se proteger da China os EUA precisam localizar numa curta distância deles 100 satélites adicionais com alguns elementos de ataque.  Isso é duplicação do grupo espacial. Além disso, eles precisam criar um sistema de detecção do lançamento de mísseis chineses e um sistema da proteção para cada tipo dos meios de destruição.

“A decisão de criar um sistema de defesa antimísseis espacial não pode ser aceita porque isso é muito caro para os EUA. Então, o que o senador diz parece bobagem. Simplesmente ele não percebe o que fala. Acho que os políticos americanos precisam entender a natureza do problema antes de fazer quaisquer declarações”, disse Evseev.

Hipoteticamente, as armas poderiam ser colocadas no espaço pela Rússia, pela China e por outros países – os EUA não são monopolistas. Ao mesmo tempo, o grupo de satélites dos EUA é o mais vulnerável, porque é o maior.  Qualquer decisão sobre a colocação de armas americanas no espaço poderia complicar a situação e empurrar a Rússia e a China para a criação de um verdadeiro sistema antissatélite. Os dois países não vão implantar seus sistemas imediatamente, mas têm projetos em fase de desenvolvimento.

Além disso, eles exortam os EUA a abandonar essa ideia. Moscou e Pequim tentam chegar a um acordo sobre um código de conduta no espaço, principalmente para prevenir a colocação de armas. Washington sabe disso, mas se recusa a negociar com Moscou e Pequim.
Como o jornal norte-americano Business Insider escreveu em junho, a Secretaria da Força Aérea dos Estados Unidos pediu fundos adicionais para construir satélites que protejam o país de um possível ataque russo ou chinês. Um hipotético conflito entre a Rússia (junto com a China) e os EUA levou a Força Aérea dos Estados Unidos a pedir US$ 5 bilhões para o desenvolvimento e implementação de sistemas ofensivos e defensivos de satélites espaciais.

A Rússia e a China são consideradas os principais países contra os quais os EUA planejam realizar a “corrida espacial”. Segundo a secretaria norte-americana, a ameaça pode ser provocada pelo bloqueio dos sistemas de navegação GPS e de satélites de comunicações.

Segundo nota do Business Insider, uma das razões para os EUA verem na Rússia um inimigo foi o lançamento russo, em 2014, de três satélites de telecomunicações e naves espaciais que podem passar de uma órbita mais alta para uma mais baixa, para mais perto dos outros satélites.
Fonte: sputniknews

Publicado em 07/09/2015, em Notícias e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. USA Suspeitam de tudo. Suspeitaram que Sadan Hussein tinha armas de destruição, e por isso Invadiram o Iraque. ONDE ESTÃO AS Evidência dessas aramas????

    Curtir

  2. eadem@ig.com.br

    Os FDP norte-americanos instigados pelos gurus judeus do Pentágono provocam aos pacíficos China, Rússia, Coiréia do Norte, Irã e Síria de todas as maneiras e alardeiam essas declarações idiotas para enganar a estúpida, alienada e desinformada opinião pública mundial, alheia à realidade.

    No fundo, o que o macaco presidente americano quer mesmo é justificaer um ataque de surpresa pelas forças de bandidos dos EUA contra esses ordeiros e pacíficos países.

    Até porque se ops EUA não tentarem destruir esses países agora, breve eles superarão todo o Ocidente e dominarão os mercados mundiais.

    Moral da estória: O que os patifes americanos querem é garantir seu domínio de mercados eliminando a concorrência.

    Vai daí, é válido o mundo se revoltar contra os EUA, Israel e todos os seus aliados, boicotá-los e se houver guerra provocada por eles, simplesmente RESISTIR MATANDO seus soldados e cidadãos aonde quer que sejam encontrados pelo mundo a fora!

    Simples assim!

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: