BRICS são mais fortes que o Ocidente, diz jornal alemão

Reunião de cúpula dos BRICS

Uma mudança significativa na direção política da Rússia ocorreu quando as relações entre o país e o Ocidente se deterioraram. Vladimir Putin agora intensifica parcerias com Pequim e outros integrantes dos BRICS, especialmente no contexto do Novo Banco de Desenvolvimento (NBD, Banco dos BRICS), escreveu o jornal alemão Die Tageszeitung.

Desde o começo da crise ucraniana, a Rússia vem mudando sua posição em relação às principais economias e investindo em projetos promissores e vistos como alternativos pelas instituições dominadas por Washington.

Essa mudança diz respeito particularmente ao NBD, um projeto desenvolvido pelos países dos BRICS para competir com o Banco Mundial, dominado pelos Estados Unidos e pelo FMI.

A Rússia aprovou um investimento de US$ 200 bilhões no novo projeto. A liderança russa também ratificou vários documentos sobre a criação do banco e agora espera que seus quatro parceiros sigam o exemplo.

O Banco dos BRICS por participar do financiamento da “Estrada de Seda”, um projeto iniciado pela China para reviver a antiga rota comercial que conectava a Ásia à Europa.
De acordo com a agência de notícias chinesa Xinhua, a Rússia está planejando mudar o centro do desenvolvimento econômico para o Extremo Oriente e a região asiática. A reportagem fazia referência a uma entrevista do vice-primeiro-ministro russo, Yuri Trutnev, na qual ele classifica a China como “principal parceiro da Rússia”.

A parte prática do trabalho da Rússia com seus parceiros deve começar nesta quarta-feira, com a Cúpula dos BRICS, na cidade de Ufá. Logo depois do encontro, será realizada a Cúpula da Organização para Cooperação de Xangai (SCO, na sigla em inglês). A “cúpula dupla” permitirá a Putin mostrar ao mundo que a Rússia é independente e pode viver sem o Ocidente, afirma o Die Tageszeitung.

Os países dos BRICS, que possuam 40% da população mundial e cerca de 20% do PIB global, vem aumentando significativamente o alcance de suas atividades nos últimos anos. O NBD é a primeira grande iniciativa voltada para melhorar suas economias e seu desenvolvimento.
Fonte: sputniknews

Publicado em 07/06/2015, em Notícias e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. eadem@ig.com.br

    A análise do jornal alemão está perfeita e não há nada a acrescentar: Os BRICS são mesmo muito mais fortes que EUA, OTAN, os bandidos judeus e mesmo os famintos asiáticos e bastardos do Pacífico.

    Só faltam duas coisas aos BRICS: Conseguirem mais aliados merecedores de credibilidade para o grupo e depois, transformarem essa parceria numa aliança militar tipo OTAN para enfrentar e derrotar de vez o EIXO DO MAL formado pelos EUA e seus aliados judeus a fim de extirparem a desgraça da face da Terra!

    Só que isso não é fácil e terão que gastar muita saliva pra convencer tradicionais escravos dos EUA (como todos os latino-americanos, europeus e mesmo orientais) e também será necessária muita vontade política e os BRICS terão que oferecer vantagens que compensem abandonar o bloco dos bandidos dominado pelos EUA e seus parceiros piratas e exploradores!

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: