PM usa robô aéreo para combater crimes ambientais em Minas

Do Jornal Estado de Minas
Divulgação/PMMG

A Polícia Militar de Minas Gerais conta com mais um equipamento para auxiliar no combate aos crimes ambientais. Com quase dois metros de asa e 90 centímetros de corpo, o veículo aéreo não-tripulado (VANT) pode alcançar 1,5 mil metros de altura e fazer fotos e filmagens do solo em alta resolução. O VANT deve começar a operar ainda em agosto e o último teste de funcionalidade está previsto para as próximas semanas.

Com a ajuda do novo equipamento, a polícia pretende identificar, em menos tempo, áreas de desmatamento, incêndios e garimpos ilegais. A cada duas horas, o avião faz monitoramento de 20 hectares. Como em qualquer aeronave, o único obstáculo é o mau tempo.

O VANT faz 450 fotos a cada 15 minutos e transmite imagens em tempo real. A rota é programada por meio de coordenadas que o aviãosegue sem intervenção humana, mas também pode ser controlado à distância. Foram investidos R$ 180 mil na aquisição do equipamento e em treinamento de policiais pela Diretoria de Meio Ambiente e Trânsito. Os sete militares escolhidos vão se tornar instrutores e poderão treinar outros colegas.

A PM de Minas Gerais é uma das primeiras no país a utilizar a aeronave. Apenas São Paulo e Santa Catarina possuem projetos parecidos. O VANT reduz tempo de voo em helicópteros, gerando economia de combustível, e pode atuar em qualquer região. Também existe a possibilidade de utilização no combate de outros crimes.

A partir do segundo semestre, o robô vai atuar em todas as regionais de meio ambiente. As particularidades de cada região serão levantadas para avaliar a necessidade de compra de novas aeronaves.

Drone versus VANT Ambos são veículos aéreos não tripulados, mas com usos diferentes. O drone apresenta vantagens para monitoramento em área reduzida por conta da mobilidade. Mas a independência de voo e altitude alcançada são reduzidas. O VANT, por sua vez, é mais rápido e cumpre rotas maiores. Pela característica de voo, é possível comparar o drone com o helicóptero e o VANT com um avião.alcançada são reduzidas. O VANT, por sua vez, é mais rápido e cumpre rotas maiores. Pela característica de voo, é possível compreduzidas.

Anúncios

Sobre Francisco Santos

Jornalista e Editor.

Publicado em 06/26/2015, em Minas Gerais, Polícia Militar e marcado como , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Se é para ver crime e contravenção visto do ar; que tal Sobrevoar o Palácio do Planalto em Brasilia-DF?

    Curtir

  2. eadem@ig.com.br

    Há 109 anos um brasileiro (o mineiro Alberto Santos Dumont) inventou o avião e me admiro muito que já não esteja utilizando DRONES há muito tempo. Afinal, isso não passa de um aeromodelo melhorado e armado. Me irrita as chances que o Brasil desperdiça no campo da tecnologia (mormente a militar) e depois saia por aí mendigando sucata alheia.

    A PMMG está de parabéns por usar essa geringonça contra o crime mas, não faz nada demais, pois todas as polícias brasileiras e suas FF AA deveriam estar usando DRONES hás muito tempo. E melhor: Deveriam ser fabricados no Brasil. É fácil projetá-los, construí-los e usá-los e não é necessário armar MARACUTAIA pra comprar essa merda fora do Brasil!

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: