Produção de drogas no Afeganistão cresceu após chegada dos americanos

Soldado norte-americano no campo de papoilas no Afeganistão

A produção de drogas no Afeganistão aumentou 50 vezes desde o início da operação militar dos EUA no país em 2001 e continua aumentando, declarou o Serviço Federal de Controle de Drogas da Rússia (FSKN na sigla em russo). Depois de 10 anos da ocupação militar americana, país produz 95% do ópio mundial.

Segundo o FSKN, os números de campos de papoulas no Afeganistão em 2014 mais uma vez se tornaram recordes em toda a história do país, e atingiram 224 mil hectares.

O famoso cientista político, especialista de estudos regionais e analista independente sobre problemas do Afeganistão, Paquistão e Índia, Pir Mohammad Molazehi, comentou as razões da situação atual na entrevista à Sputnik Persian:

“As tropas dos EUA e da OTAN, durante a intervenção militar no território do Afeganistão, em geral não tratavam como prioridade a questão da luta contra a produção de drogas, que afeta seriamente a sua segurança. Os norte-americanos inicialmente tinham os seus alvos e laços no mundo de indústria de drogas, que lhes permitiram controlar o processo de ampliação de indústria de drogas, e continuar na alta. Também existem os dados que numas regiões os cidadãos receberam a proposta de usar o máximo do lucro de cultivação de papoila de ópio. Por isso eles não estabeleceram o alvo de combater os campos de papoilas e produção de drogas.”

“Em geral, a chegada dos EUA ao Afeganistão <…> não só falhou de impedir o processo de produção de drogas, mas ao contrário, contribuiu para o seu aumento drástico”, disse o cientista político.

Que passos devem fazer as autoridades afegãs?

A resposta foi dada pelo antigo ministro de controle de drogas afegão, General Khodaidad, à Sputnik Dari. Segundo ele, na situação atual a Organização para Cooperação de Xangai pode contribuir de forma positiva à situação no Afeganistão, e é necessário usar o seu potencial para combate ao terrorismo e controle de drogas afegãs.

“O cultivo e a produção de drogas no Afeganistão ficam fora do controle da comunidade mundial. A Organização para Cooperação de Xangai (OXC) deve agir mais ativamente na luta contra a produção de drogas, servindo como um tipo de ponte nesta questão entre a Rússia e as regiões de norte do Afeganistão.

Como se sabe, os EUA e a OTAN gastaram US$ 7,8 milhões no combate ao cultivo e à produção de drogas no Afeganistão, mas durante os últimos anos a produção não só não caiu, como está aumentando. Então, o dinheiro foi gasto em vão. O que tem a ver com o terrorismo, os EUA e os seus aliados ocidentais perderam o espirito de luta. Os países da região, liderados pela Rússia, apoiam o Afeganistão na área econômica e cultural agora também, quando o Afeganistão tem um governo novo.

É importante que o Afeganistão intende participar da cúpula de líderes da OXC em Ufa. Estou certo, que esta é uma boa chance para começar um diálogo construtivo e eficaz com os vizinhos do Afeganistão – não só nas áreas da economia, mas também no combate contra o terrorismo e o controle de drogas”.

Fonte: sputniknews

Leia mais: http://br.sputniknews.com/mundo/20150529/1160508.html#ixzz3bYNXF63M

Anúncios

Publicado em 05/29/2015, em Notícias e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. SO PODIA TER AUMENTADO MESMO!!! CHEGOU O MAIOR CONSUMIDOR DA MERCADORIA.. rsrsrsrs

    Curtir

  2. eadem@ig.com.br

    Por uma questão eleitoreira e politiqueira das mais rasteiras, o governo dos EUA apenas finge combater à produção e tráfico de drogas, quando na verdade é seu principal financiador e beneficiado.

    FINACIADOR porque são os EUA que fornecem armas, munições e suprimentos para facções terroristas como as FARC, Al Qaeda, EI, Mujahedin e Israel.

    BENEFICIADO porque “por trás das cortinas” seus militares, agentes secretos, diplomatas e governantes colhem os frutos do tráfico internacional das duas drogas que mais vendem atualmente no mundo: a cocaína colombiana e o ópio afegão.

    Mas os EUA apenas copiam a política inglesa de meados do século XIX, quando os britânicos produziam ópio na Índia para vende-lo aos chineses.

    Aí os ingleses matavam dois coelhos com um só tiro: Escravizavam os chineses e tornavam-nos devedores obrigando-os a importarem mais ópio do qual, eles, os ingleses, detinham o monopólio.

    Hoje é a mesma coisa e o presidente dos EUA Macack Obanana é o maior traficante do planeta e usa toda a infraestrutura das forças armadas norte-americanas para DISTRIBUIR DROGAS pelo mundo a fora.

    Daí porque os EUA querem ter bases militares em todos os recantos da terra.

    Daí porque também, os EUA combatem à China, Rússia e Coréia do Norte, porque esses países não permitem entrada de drogas em seus territórios.

    De quebra, não esqueçam que os EUA SÃO OS MAIORES CONSUMIDORES MUNDIAIS DE TODOS OS TIPOS DE DROGAS!

    Curtir

  3. William André dos Santos

    Obs…Não é por causa da chegada dos Americanos que a produção de drogas aumentou, e que esse lugar faz parte do eixo do mal e não tem administração descente, pois os malditos terroristas estão em todas as áreas e aí fica muito difícil administrar sem correr riscos, terrorista bom é terrorista morto antes que aconteça o atentado ok.

    Curtir

  4. William André dos Santos

    Obs…Realmente, você: eadem@ig.com.br….é muito mal educado, guando é que você vai aprender que esta coluna, não é para você dfesabafar o seu preconceito racial, deixa de ser babaca e outras coisas mais e tenha um pouco de educação seu ou sua idiota.

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: