Em 1 ano, 23 homens do Exército se feriram na Maré; vídeo mostra ‘guerra’

Imagem da TV Globo Minas

A pouco mais de um mês da saída da Força de Pacificação do Conjunto de Favelas da Maré, na Zona Norte, o Comando Militar do Leste informou que desde o início da operação 23 militares tiveram ferimentos leves em confrontos com criminosos no local desde que o início da ocupação pelo Exército, em abril de 2014. Dois desses militares se feriram num intenso tiroteio no início do ano, conforme mostra o vídeo obtido pelo RJTV.

As imagens foram gravadas por um militar, em 21 de janeiro, na Vila dos Pinheiros. Na ação, policiais militares e soldados do Exército tentavam impedir uma invasão de traficantes. Três facções disputam o controle dos pontos de vendas de drogas. As cenas de guerra incluem até balas traçantes, que partiam de armas de criminosos. Foi quase um minuto de tiros.

O conjunto da Maré tem 16 comunidades. A Vila dos Pinheiros, onde o vídeo foi gravado, fica ao lado de uma das principais vias expressas do Rio, a Linha Vermelha.

Desde abril de 2014, a Força de Pacificação ocupa a região, preparando o terreno para a implantação das UPPs.

De 5 de abril de 2014 a 29 de abril de 2015, o Exército fez quase 583 prisões, 251 apreensões de menores, e mais 1.340 apreensões de drogas. Os militares também encontraram munição, armas, carros e motos roubados.

Pelos dados oficiais, o número de homicídios antes e depois da ocupação, pouco mudou: de 58 caiu para 56.

Os confrontos entre traficantes e homens do Exército têm sido frequentes. Em novembro do ano passado, um cabo morreu baleado na cabeça.

O Exército deixa a Maré em 30 de junho e a substituição por tropas da PM começou no início de abril.

Fonte: G1

Anúncios

Sobre Francisco Santos

Francisco Santos é jornalista a mais de 5 anos, hoj é correspondente do Jornal Diário do Estado (Paraná), em seus momentos livres escreve para o Blog Alvo na TV, com colunas críticas, imparcial, profissional ao extremo e dedicad ao mundo da TV. É fundador e dono do Blog de defesa Guerra & Armas, que já conta com um crescimento considerável e esta prestes a se tornar um dos maiores Blogs de defesa do país, com compromisso e credibilidade o jornalista Francisco Santos mostra toda sua qualidade e amor ao que faz.

Publicado em 05/26/2015, em Exército e marcado como , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Pelos dados oficiais, o número de homicídios antes e depois da ocupação, pouco mudou: de 58 caiu para 56.(citação na matéria aqui)

    COMENTAR O QUE DEPOIS DESSA. SE LEVAR EM CONSIDERAÇÃO NÃO HOUVE NEM EMPATE. E SIM uma ligeira vantagem para o CRIME ORGANIZADO QUE NÃO TEM APOIO LOGÍSTICO OFICIAL.

    J a que esse Exercito tem uma preparação mais oficial e temos que MANTE-LOS COM NOSSO IMPOSTO; Porque não FIXAR ACAMPAMENTO DIRETO NOS LOCAIS. CONSTRUIR EM TORNO DESSES MORROS UMA “PALIÇADA”. Igual a CASACOS AZUIS DO OESTE AMERICANO.

    Curtir

  2. William André dos Santos

    Obs…Obs…Obs…Tem que deixar o exercito, Marinha, Aeronáutica, Policia Militar e Policia Civil, tomarem conta da situação, cadastrar todos os moradores e fazerem limpeza geral nos malucos que baterem de frente, porque se não à bagunça vai continuar e morrerão muitos inocentes. Infelizmente quem manda no País sempre se esconde e passa à mão na cabeça dos vagabundos e não deixa quem esta na linha de frente resolver a situação como ela deve ser resolvida.

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: