Yatsenyuk pede a Washington que compre estatais ucranianas

Arseny Yatsenyuk, primeiro-ministro da Ucrânia

Primeiro-ministro da Ucrânia quer que empresas americanas sejam parte ativa na compra de propriedades estatais como parte de campanha por privatização.

O primeiro-ministro da Ucrânia, Arseny Yatsenyuk, pediu nesta segunda-feira que empresas americanas sejam parte ativa na compra de propriedades do país — como parte de uma campanha de privatização.

“O primeiro-ministro da Ucrânia pediu a parceiros dos EUA que usem de forma ativa as oportunidades de investimento oferecidas pela campanha de privatização da Ucrânia, particularmente no setor energético”, diz um comunicado no portal do governo da Ucrânia.

O comunicado foi publicado logo depois de conversas entre Yatsenyuk e o senador americano Dick Durbin. Eles debateram o estado atual das reformas na economia ucraniana, a preparação para a privatização em larga escala e o processo de recuperação da economia ucraniana.

No fim de março, o governo ucraniano aprovou uma lista de instalações sujeitas à privatização e colocou à venda empresas do setor energético, predominantemente. A lista inclui a UkrTorf, a Centrenergo, várias estações de força e empresas energéticas regionais.

Também em março, o FMI concordou com um pacote de ajuda financeiro de quatro anos para a Ucrânia. O Fundo alocou US$ 17,5 bilhões para salvar o país em troca do compromisso de Kiev na busca de profundas reformas políticas, sociais e financeiras.

Ao todo, a Ucrânia vai receber cerca de US$ 40 bilhões em um pacote de ajuda liderado pelo FMI para evitar um colapso financeiro nos próximos quatro anos.

Fonte: sputniknews

Publicado em 05/25/2015, em Notícias e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Hugo Diniz

    Alguém tinha duvidas que os EUA e os Europeus iriam saquear a Ucrânia.

    Curtir

  2. eadem@ig.com.br

    O corrupto regime de Poroshebko levou a Ucrânia à falência e agora ele prostitui o país pra levar uns trocados a mais seja de quem for.

    Ele está vendendo a Ucrânia descaradamente aos EUA, que por sinal, também estão na MAIOR MERDA e são o país que mais deve no mundo!

    Pior é que se os EUA se comprometerem a “ajudar” à Ucrânia, vai dar o maior calote, pois país de Macack Obanana só tem “pose” e sua enorme máquina de desgoverno ineficaz consome todos os níqueis que o Tio Sam cata vendendo armas obsoletas aos otários do planeta (leia-se EUROPEUS e ÁRABES).

    Que se ferrem os EUA, a Ucrânia e todos os países europeus que apoiarem esses dois bandidos da comunidade internacional!

    Curtir

  3. Esse governo da Ucrânia é de um incompetência impar. Não sabe ler Jornal e ver Noticias de Grade Relevância para o desenvolvimento do Pais. Porque não oferece para os Petralhas do Brasil. Esses sim tem dinheiro a “rôdo” tirado dos cofres da nação. Alem do que para os Brasileiros que ja estão acostumados a “apertar o cinto” desde 1500 EC. um pouco de aperto á mais não nos ira matar de fome.

    Uma boa andança pelos campos verde que ainda são muitos no Brasil,poderemos colher “serraia” (especie de verdura selvagem comida pelos escravos) junto com limão dá uma boa salada.

    E ainda em pouco tempo poderemos nos Gabar de ser donos de Uma Colônia vizinha Russia, berço da nossa política herdada para formar o PETRALHARISMO BRASILEIRO; o unico Governo onde impera a HONESTIDADE E TRANSPARÊNCIA NOS NEGÓCIOS FINANCEIROS. Haja vista o MENSALÃO E PETROLÃO, que é um exemplo de negocio bem gerido pelo Governo Honesto do PT.

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: