Gravação comprova que objetivo do Mais Médicos é financiar a ditadura Cubana.

Mozart Sales, então coordenador dos Mais Médicos pelo Ministério da Saúde, Maria Alice Fortunato e Joaquim Molina, chefe da representação da Opas no Brasil(Mozart Sales, então coordenador dos Mais Médicos pelo Ministério da Saúde, Maria Alice Fortunato e Joaquim Molina, chefe da representação da Opas no Brasil)

Uma gravação divulgada ontem pelo Jornal da Band comprova que há uma trama entre o Ministério da Saúde e a Organização Pan-americana de Saúde (Opas) para acobertar a intenção de favorecer a ditadura cubana por meio do Programa Mais Médicos.

O áudio consiste numa conversa entre a coordenadora do programa pela Opas, a pernambucana Maria Alice Barbosa Fortunato, e funcionários do ministério.

Maria Alice alerta: “Se a gente coloca ‘governo cubano’, se o nosso documento é público, qualquer pessoa vai entender que a gente está driblando a coisa de fazer acordo bilateral e pode dar uma detonada.” Ou seja, Maria Alice deixa claro que não quer que a sociedade brasileira saiba que o programa é, basicamente, um acordo entre Brasil e Cuba (acordo bilateral). Para esconder este fato e tirar o foco de Cuba, ela sugere que o governo inclua médicos de outros países, mas em números muito baixos. “A gente pode colocar neste T.A. (termo de ajuste) Mercosul e Unasul, que vai dar, digamos, dois milhões (de reais) para tirar o foco de Cuba e incluir países do Mercosul e Unasul”, diz a funcionária da Opas.

A gravação também mostra que o Brasil lavou as mãos quanto ao confisco, pelo governo cubano, da maior parte do pagamento aos médicos. O assessor especial para assuntos internacionais do Ministério da Saúde, Alberto Kleiman, afirma na gravação que o valor dos salários e a forma de pagamento já haviam sido definidos pelo assessor internacional da Presidência, Marco Aurélio Garcia. “Sessenta (por cento) para o governo e 40 (por cento) para o médico. O Marco Aurélio (Garcia) botou isso na reunião, só para socializar”, afirma Kleiman. Maria Alice discorda: “A relação é do governo deles, eles que decidem. Não é a gente que vai interferir nisso”.

Em outubro de 2013, VEJA revelou como a intermediação da Opas serviu para o governo brasileiro ocultar o verdadeiro objetivo do Programa Mais Médicos – arrumar uma maneira de enviar dinheiro a Cuba. Os registros do Ministério da Saúde permitiram descobrir que o chefe da representação da Opas no Brasil, o cubano Joaquim Molina, apresentou a minuta do contrato no dia 17 de dezembro de 2012, seis meses antes de o programa ser anunciado publicamente, em meio aos protestos de 2013.

Fonte: VEJA

Anúncios

Publicado em 03/18/2015, em Notícias e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. eadem@ig.com.br

    Até quando nossos empresários e trabalhadores que anualmente são assaltados pela RF vão tolerar mais esta palhaçada da quadrilha PT?

    Curtir

  2. Apenas umas perguntas, quem são honestos no senado que representa o povo, são mais 40 anos de promessas desde direta já, mas para quem foi à solução, Como e bom defender uma democracia que trouxe ilusão de um país melhor, povo levado por todo tipo de promessa, valores invertidos fazem de nossa nação desordem social, mas os radicais ou liberais, pois nem direita como esquerda tanto faz o lado que nos representa, pois se o sistema não muda nada muda quem acha que o PT e culpado de tudo, então ainda não entendeu que não importa o partido, pois esta tudo partido.

    Curtir

  3. Também concordo que não é só o PT o culpado de tudo de errado que ocorre nesse Brasil. A coisa já teve inicio em fins de 1490 E.C. Quando os Portugueses tiveram que esvaziar os prostíbulos e cadeias e Masmorras infestadas de trastes cidadãos de quinta categoria.

    E desgraçadamente vieram para a “Colonia” recém anexada á Portugal. Tivéssemos sido colonizados por Franceses ou Holandeses, não seriamos esse lixo.

    É disso que se aproveita o partido PT e PMDB e Outras partidos, que de distribuir “esmolas” em bolsas “vagabundos” estão nadando em roubalheira de toda espécie.

    Cabe aos “descontentes” que se manifestaram no domingo dia 15/01, voltarem da próxima vez com mais decisão concreta, assim como fizeram os líbios na era KADAF. Chega de passivismo hipócrita.

    Curtir

  4. Ficar culpando os portugueses pelas mazelas de hoje no mínimo prova que você não é diferente de petista, a final já temos independência a quase 200 anos e os problemas de hoje vem de uma classe política que só tem interessante em encher os próprios bolsos e impor uma ideologia obsoleta que não funcionou em lugar nenhum e um povo ignorante que não sabe nem o que quer da vida

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: