Brasil ganhará mais uma fabricante de aeronaves

Antonov vai trocar a Ucrânia por Ilhéus

Oleksander Kiva, vice-presidente da Antonov Company, a fábrica de aviões Antonov, da Ucrânia, vai desembarcar em Salvador na próxima semana para assinar o protocolo de intenções com o governo baiano para instalar-se na Zona de Processamento e Exportação (ZPE) de Ilhéus. As conversas já aconteceram com o governador Rui Costa, que delegou os secretários João Leão (Planejamento) e James Correia (Indústria e Comércio) para arrematar os ajustes finais.

A Antonov vai fabricar inicialmente aviões AN 38-100, de 27 lugares, mas também fabrica hoje o bombardeio Sukoy, um supersônico militar com capacidade para carregar oito mísseis. No caso, a ideia não é abrir uma filial brasileira e sim transferir a fábrica da Ucrânia para cá. A empresa virá trazendo para cá toda a tecnologia.

A aproximação com o Brasil se deu por conta das brigas entre a Ucrânia e a Rússia. Ou seja, lá o espaço ficou curto.

Vantagem baiana – Minas Gerais está querendo levar a Antonov para lá. Ilhéus está na vantagem: tem projetados porto e aeroporto e já em andamento a ferrovia.

Produção – Fundada em 1946 por Oleg Antonov, a Antonov já construiu mais de 22 mil unidades de cem tipos diferentes de aviões: de guerra, transporte de passageiros e usos diversos. Tem mais de 12 mil funcionários e está em 76 países.

ZPE em janeiro – Criada há 17 anos, a ZPE de Ilhéus tem prazo para começar a funcionar: janeiro de 2016. Otávio Pimentel, presidente da ZPE, diz que há várias empresas interessadas, mas pedem  sigilo até assinarem o protocolo de intenções.

– Está tudo caminhando bem.

Fonte: A Tarde

Sobre Francisco Santos

Francisco Santos é jornalista a mais de 5 anos, hoj é correspondente do Jornal Diário do Estado (Paraná), em seus momentos livres escreve para o Blog Alvo na TV, com colunas críticas, imparcial, profissional ao extremo e dedicad ao mundo da TV. É fundador e dono do Blog de defesa Guerra & Armas, que já conta com um crescimento considerável e esta prestes a se tornar um dos maiores Blogs de defesa do país, com compromisso e credibilidade o jornalista Francisco Santos mostra toda sua qualidade e amor ao que faz.

Publicado em 02/17/2015, em Armas Brasileiras, Brasil e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. Mais um elefante branco depois da Petrobras. quando sugarem bastante $$$$$$$ víra mais um escandalo. ESCANDALO DO ANTONOVÃO

    Curtir

  2. eadem@ig.com.br

    É assim que judeu ganha dinheiro.

    A Antonov é ucraniana foi fundada por concessão do Estado Soviético não visando exatamente lucro, mas prestígio. Pelo menos enquanto durasse a URSS. Não foi muito longe.

    A URSS, mas a Antonov está aí e continua ucraniana, com seu páís sede economicamente caindo pelas tabelas, governado por um governo corrupto e é claro que a Ucr^}ania, nem a Antonov não têm dinheiro pra nada.

    Quem poderia investir na Antonov? Os judeus! E por quê? É simples e continuem acompanhando…

    Mais cedo ou mais tarde a Rússia toma a Ucrânia – com guerra ou sem ela – e por que vocês acham, entre outras coisas que Putin faz questão da Ucrânia? Por causa das suas fogosas lindas mulheres?

    Não! Muito mais que isso… inclusive por causa da Antonov que ERA, peça-chave no sistema estratégico produtor de armas da URSS antes e da Rússia agora. Começaram a entender?

    Aí a Antonov vem para o Brasil e produz seus aviões aqui. Quem os comprará? Qualquer um que tiver dinheiro… inclusive a Rússia, que não parece ter muita grana pra comprar Antonovs embora os queira e necessite deles.

    Aí os judeus matam vários coelhos com uma cajadada só:

    1) Enfraquecem Putim ao retirar-lhe uma importantíssima produtora da máquina estratégica bélica russa, inclusive produtora de divisas internacionais;

    2) Desmontam boa parte das forças ofensivas e defensivas da Rússia;

    3) Trazem para o Ocidente boa parte dos cobiçados “segredos” da ex-indústria soviética e russa;

    4) Em caso de guerra, tudo isso somado dá uma imensa vantagem global inicial ao Ocidente (leia-se EUA e na pior das hipóteses OTAN);

    5) Tira um trunfo que Putin escondia na manga e dá esse trunfo aos adversários dos russos;

    6) Por fim, considero essa jogada tão bem imaginada, elaborada e certamente desencadeada que arrisco afirmar que isso tirou todas as chances de uma vantagem inicial russa no atual cenário político internacional e de tal modo que, se os russos quiserem compensar tamanha perda, só lhes restará:

    A) Invadir e conquistar totalmente a Ucrânia agora a fim de tentar evitar essa transferência, mesmo arriscando-se às retaliações internacionais.

    B) Ou se a transferência do complexo industrial da Antonov ocorrer mesmo, só restará aos russos torpedear os navios que trouxerem para o Brasil toda a parafernália da montadora aeronáutica, bem como, derrubar eventuais aviões de transporte que tentem trazer os equipamentos mais leves. Mas isso seria um ato de pirataria que tenderia a ser também retaliado pela comunidade internacional.

    Sinceramente: Putin terá que ser muito inteligente para compensar esta enorme perda e cá pra nós, pelo menos nesta rodada ELE PERDEU!

    E se ele se debater demais, pode afundar na lama que criar…

    Os malditos judeus ganharam mais uma!

    ==========

    Curtir

    • nunca vi tanta bobagem junta, realidade a Antonov fica na Ucrania mas nunca foi na verdade Ucraniana a Ucrania herdou da URSS e seu maior cliente era a propria URSS, com o fim da URSS ela acabou ficando na Ucrania e seu maior cliente continuou sendo a Russia agora ela é obrigada a sair da Ucrania pois com essa guerra se desenvolvendo la ela acabou perdendo praticamente seu unico cliente e só não se estabelece na Russia para evitar sanções e e poder entrar em concorrencias para tentar conseguir novos clientes sem parecer uma empresa Russa e com a capacidade tecnologica que tem e com a Sukhoi tambem querendo vir para o Brasil a embraer pode entrar em falencia pois sofrera uma concorrencia de duas empresas de peso e mais quem mandou a Embraer não receber o Vice-Ministro da Defesa da Russia ao menos por educação e cortesia, falta de visão estrategica da sua Diretoria, se confirmar estas noticias a Embraer podera sofrer serias consequencias.

      Curtir

  3. A Antonov não fabrica bombardeiro Sukhoi, que eu saiba ela fabrica na sua maioria aviões de passageiros, cargueiros civis e de transporte militar, não tem nenhum grande segredo que o ocidente possa se benificiar, como diz um amigo no comentario acima, e a Sukhoi se vier é so para fabricar aviões de uso civil, o Brasil pode até ser beneficiado mas a Embrer com certeza vai perder.

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: