Rússia e Irã assinam importante acordo de cooperação militar. No pacote, 20 caças Su-50ES!

Su-50 PAK FA

O ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, assinou um acordo de cooperação militar com o Irã no último dia 20 de janeiro, que o seu par iraniano, Hossein Dehqan, definiu como sendo uma resposta conjunta à interferência americana nos assuntos internos dos dois países. No pacote,sistemas de defesa antiaérea S-300, modernização das aeronaves de fabricação russa operadas pela Força Aérea Iraniana (IRIAF) e 20 caças de 5ª geração Sukhoi Su-50ES.

Shoigu é o oficial militar russo mais graduado a visitar Teerã desde 2002, de acordo com a mídia iraniana. O acordo vem num momentos em que ambos os países que enfrentam sanções ocidentais.

Sergei Shoigu, Hossein Dehghan

O acordo prevê a realização de exercícios conjuntos e treinamento militar, bem como a cooperação na manutenção da paz, a manutenção da segurança e da estabilidade regional einternacional, e que lutam contra o separatismo e o extremismo“, informou o site do Ministério da Defesa iraniano.

54422

A Rússia, durante muito tempo, foi principal fornecedor de armas e equipamentos militares aoIrã, mas essa relação ficou estremecida em 2010, quando Moscou cancelou um contrato que previa o fornecimento de sistemas de defesa antiaérea S-300 aos iranianos. Em 22 de setembro de 2010, o então presidente russo, Dmitry Medvedev, assinou um decreto que proibia a venda/transferência dos sistemas S-300, bem como quaisquer outros equipamentos militares ao Irã, atendendo à resolução 1929 do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Com o acordo assinado no último dia 20, o governo russo passa a ignorar completamente a referida resolução, que ainda encontra-se em vigor.

Não só os sistemas S-300 serão entregues, como, falando apenas de meios aéreos, a Rússia também vai atualizar os 30 caças MiG-29A da IRIAF para o padrão SMT e os 30 caças-bombardeiros Su-24MK para o padrão M2. Em ambos os casos, a Rússia vai fornecer armamento atualizado para as aeronaves.

As 12 aeronaves de transporte tático IL-76 atualmente constantes do inventário da IRIAF serão completamente revisadas e atualizadas.

Novos equipamentos:

B8dFJe3CcAAig6QA Rússia deverá fornecer ao Irã uma quantidade não declarada de aeronaves de ataque S-25, acompanhada do respectivo armamento.

A maior novidade, no entanto, ficou por conta do fornecimento de 20 caças de 5ª geração Su-50ES, cujas entregas serão iniciadas em novembro de 2022.

O Irã também teria demonstrado interesse em adquirir algumas unidades do jato de treinamento avançado e ataque leve Yak-130, entretanto não foi divulgado se houve algum acordo nesse sentido.

FONTE: ITAR-TASS, FARS, IRNA – EDIÇÃO: Cavok

Anúncios

Sobre Francisco Santos

Francisco Santos é jornalista a mais de 5 anos, hoj é correspondente do Jornal Diário do Estado (Paraná), em seus momentos livres escreve para o Blog Alvo na TV, com colunas críticas, imparcial, profissional ao extremo e dedicad ao mundo da TV. É fundador e dono do Blog de defesa Guerra & Armas, que já conta com um crescimento considerável e esta prestes a se tornar um dos maiores Blogs de defesa do país, com compromisso e credibilidade o jornalista Francisco Santos mostra toda sua qualidade e amor ao que faz.

Publicado em 01/29/2015, em Internacional, Oriente Médio, Russia e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Enquanto houver “pato” não faltará penas para travesseiro confortavel. E o “zé povinho” que se dane.

    Curtir

  2. eadem@ig.com.br

    Tomara que através desse acordo a Rússia forneça imediatamente ao Irã inúmeros mísseis balísticos de médio alcance com as respectivas ogivas nucleares para neutralizar Israel e qualquer outra ameaça norte-americana na região e Oceano Índico. Se não fizer isso, o acordo não será de grande utilidade.

    Aproveitando o embalo desse acordo, os russos também poderiam contactar os governos cubano, venezuelano e Boliviano com a mesma finalidade para “cercar” os EUA e anulá-lo em caso de hostilidades.

    Curtir

  3. Fernando Veras

    Um acordo desse tipo so seria vantajoso com paises medianamente “ricos” de territorios grandes como Brasil e argentina, que tornariam o imperialismo deles bem mais dificultado na america
    do sul. Mas acho isso ainda bem longe de acontecer.

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: