Separatistas pró-Rússia anunciam ofensiva e descartam novas tréguas

Líder dos separatistas pró-Rússia de Donetsk, Aleksandr Zakharchenko, anunciou nesta sexta-feira uma ofensiva contra as forças de Kiev até os limites administrativos da região e descartou novas iniciativas de paz por parte dos rebeldes.

“Não haverá mais tréguas”, disse Zakharchenko, assinalando que as milícias já combatem com os soldados ucranianos em várias localidades e que “continuarão a ofensiva até as fronteiras da região de Donetsk”, segundo as agências russas.

O líder da autoproclamada República Popular de Donetsk assegurou que as milícias combatem hoje nas localidades de Mayorsk e Avdeyevka, e apontou que os rebeldes da vizinha Lugansk também começaram uma ampla ofensiva contra as forças governamentais.

“Combateremos até chegar às fronteiras da região de Donetsk, mas se, além disso, vejo ameaças para a terra de Donetsk provenientes de qualquer outra cidade, a liquidarei ali mesmo”, disse Zakharchenko em reunião com universitários.

Ele advertiu a Kiev que as milícias “podem avançar simultaneamente em três direções” e adiantou que a cidade de Slaviansk, berço da sublevação pró-russa em abril do ano passado que foi arrebatada dos rebeldes após três meses de duros combates, é um alvo prioritário.

“A razão é a água que há ali, porque 90% de água de Donetsk não é potável”, explicou Zakharchenko.

O líder rebelde desmentiu também que as milícias tenham intenção de atacar antes Mariupol, a segunda cidade mais importante da região e capital alternativa onde se estabeleceram os órgãos de poder regional leais a Kiev.

Uma possível ofensiva contra territórios controlados por Kiev sepultaria um dos pontos dos acordos de Minsk assinados em setembro com o governo ucraniano, que estabelecem uma linha de separação entre as posições dos dois grupos e a retirada do armamento pesado.

O anúncio da ofensiva veio dois dias depois de se acertar em Berlim essa retirada do armamento pesado da zona de segurança de 30 quilômetros, após as consultas mantidas pelos ministros das Relações Exteriores de Ucrânia, Rússia, Alemanha e França.

Publicado em 01/24/2015, em Notícias e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. “A razão é a água que há ali, porque 90% de água de Donetsk não é potável”, explicou Zakharchenko. AGUA…Sempre a agua; tomara que seque como as demais da Republica dos Bananas na America do Sul;

    Curtir

  2. Jonatan souza

    Acredito que esta ofenciva é na realidade um avanço tático para afastar as baterias de misseis e morteiros da junta kievita para longe de alcance das áreas povoadas que estas mesmas vinham descascando a muito tempo inclusive a tomada do aeroporto reforça esta teoria pois as unidades ukies que haviam ali davam cobertura as unidades de mísseis e morteiros continuarem a bombardear áreas populosas.

    Curtir

  3. eadem@ig.com.br

    Todos os europeus devem meter nas cabeças estúpidas que a Europa não terá nenhum futuro se não estiver forte e amistosamente atrelada à Rússia.

    Isso, independente de etnias hoje já totalmente mestiçadas, religiões estúpidas e divisionistas, velhos rancores já caducos e corruptas veleidades politiqueiras.

    Outra coisa que os europeus sabem há séculos, mas não praticam, é que o CÂNCER que os afeta chama-se… ELEMENTO JUDEU.

    Ora, câncer se trata extirpando-o e só quando os judeus forem expulsos da Europa o “Velho Continente” ficará em paz. Isso, porque se os judeus forem expulsos da Europa os norte-americanos se irão junto com eles.

    Isso tudo, porque a Europa sozinha é fraca e só a Rússia a fortalece. Afinal, a Rússia sempre foi… Europa!

    Em seguida, os europeus devem reatar os tradicionais laços de amizade com o Oriente e todos juntos viverem suas próprias vidas em paz e prosperidade.

    Ah sim! Tem o “problema inglês”! Esses estúpidos bárbaros e piratas ladrões poderão formar no bloco decadente encabeçado pelos EUA e até tornar-se o 51º Estado a soldo de Washingtton que não fará diferença para os europeus, pois até hoje, a reles exist~encia da Inglaterra vizinha ao continente só trouxe desgraças para a Europa.

    Detalhe: Essas soluções são para os europeus usarem se não forem estúpidos! Se teimarem em fazer o jogo dos judeus vão acabar se ferrando e um dia terão vacas russas pastando nos campos da Bretanha.

    E nem os judeus ou os americanos os socorrerão!

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: