NAe São Paulo, DCNS e a Marinha do Brasil

(Infodefensa.com) Roberto Caiafa, São Paulo – Quando a Marinha do Brasil (MB) adquiriu o NAe Foch da Marinha França, no final dos anos 90, a DCNS (construtora do navio) propôs a MB uma completa reforma do A-12 São Paulo (nome adotado no Brasil) antes da sua entrada em serviço, substituindo o veterano NAeL Minas Gerais (A-11), mas a proposta foi recusada. Na época, a MB acabara de reativar a sua aviação de asas fixas com a compra de 23 jatos de ataque navais McDonell Douglas A-4KKU Skyhawk (ex-Kuweit), e havia urgência em colocar essas aeronaves em condições de voo, tudo visando qualificar pilotos de A-4 e tripulantes de convoo. O navio foi colocado em serviço e operou intensamente até 2005. A partir desse ano, o NAe São Paulo acumulou uma série de ocorrências, incluindo incêndios a bordo e a morte de tripulantes em pelo menos dois acidentes. Os problemas em um dos eixos do navio, nas tubulações e dutos da casa de máquinas e nos geradores principais de bordo ditaram a parada total do São Paulo para a realização de um longo, demorado e custoso período geral de manutenção no Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro.

Reforma completa

Em 2014, ciente que somente com seus recursos técnicos e de pessoal não seria possível cumprir o PMM – (Programa de Manutenção do Meio) previsto para o A-12, aMarinha do Brasil assinou com a DCNS um amplo contrato de suporte e serviços. O estaleiro francês irá participar do PMM, auxiliando a MB na reforma integral do navio, ou seja, todos os equipamentos com funcionamento deficiente serão trocados por novos. O projeto da reforma prevê a instalação de novo interior, a troca de fios e tubulações, novos sistemas de geração e distribuição de energia, novos sistemas de propulsão, restauração dos geradores de vapor, revitalização da catapulta de vante, revitalização dos cabos de parada, revitalização dos elevadores de aeronaves (aumentando sua capacidade para mais de 20 toneladas), modernização do sistema de pouso óptico, do sistema de controle de avarias do navio, do sistema de água, das câmaras frigoríficas, modificação dos sistemas de ar comprimido, adoção de um novo sistema de defesa de ponto (mísseis superfície-ar e estações de armas automatizadas), troca dos radares de busca e aquisição de alvos, já integrados aoSICONTA Mk. IV, e a instalação de um novo sistema de comunicação com capacidade de link com outros navios da esquadra e com estações em terra. Esses trabalhos estão planejados para serem concluídos até 2019, garantindo assim que o navio possa operar até 2039, dez anos a mais que o anteriormente previsto.

Ala Aérea Embarcada

Ao mesmo tempo em que o A-12 passa por essa reforma geral, a ala aérea embarcada do navio foi reduzida para 12 exemplares do jato AF-1AB, que estão sendo modernizados pela Embraer Defesa & Segurança na sua unidade de Gavião Peixoto(SP). Esses jatos serão capazes, após a modernização, de usar novos sistemas e armamentos, ao custo de R$ 125.268.608,10. O A-12 também terá na sua ala aérea embarcada aeronaves turboélice TracerTracker, inicialmente na função COD, e helicópteros Super Lynx, MH-16 Sea Hawk e EC725 das duas versões empregadas pela Marinha do Brasil.

Fotos: Roberto Caiafa / Infodefensa.com

Nota do Editor: Após essa reforma teremos um navio praticamente novo e operacional, muitos criticam dizendo que a compra de um novo seria melhor, não vejo assim, pois um novo levaria anos para licitação, anos para contratação, anos para liberação de orçamento e mais 5 anos de construção (Se tratando de Brasil seriam uns 15 anos), após a reforma o NAe A-12 estará apto para operar Aeronaves Gripen NG BR

Sobre Francisco Santos

Francisco Santos é jornalista a mais de 5 anos, hoj é correspondente do Jornal Diário do Estado (Paraná), em seus momentos livres escreve para o Blog Alvo na TV, com colunas críticas, imparcial, profissional ao extremo e dedicad ao mundo da TV. É fundador e dono do Blog de defesa Guerra & Armas, que já conta com um crescimento considerável e esta prestes a se tornar um dos maiores Blogs de defesa do país, com compromisso e credibilidade o jornalista Francisco Santos mostra toda sua qualidade e amor ao que faz.

Publicado em 01/16/2015, em Armas Brasileiras, Marinha e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. O NAVIO AERÓDOMO SÃO PAULO, CONHECIDO VULGARMENTE COMO SUCATÃO, IRIA PARA O DESMONTE EM RAZÃO DE SUA OBSOLESCÊNCIA, MAS AI O BRASIL COMPROU POR TER TAMBÉM COMPRADO 20 AVIÕES DE TERCEIRA MÃO (SKYRAI),CONHECIDOS COMO FUSCAS DO AR, OUTRAS SUCATAS. A DESCULPA FOI QUE A MARINHA TINHA QUE SE ATUALIZAR, MAS AS SUCATAS PIFARAM EM RAZÃO DOS ANOS DE USO OU, COMO SE DIZ NAS FORÇAS ARMADAS, “DERAM BAIXA”. AGORA VÃO GASTAR UMA FORTUNA REFORMANDO AS SUCATAS E SOMENTE DOS “SALVADOS AEROPLANOS” SO VÃO RESTAR POUCOS, SERVINDO OS DEMAIS PARA A “CANIBALIZAÇÃO”. VALERIA MESMO A PENA? PARECE A HISTORIA DO CIDADÃOQUE ACHOU UMACALOTA NA RUA E COMPROU O CARRO SO PARA USÁ-LA. O NAEL MINAS GERAIS TINHA MUITO MAIS EQUIPAMENTOS DO QUE O SUCATÃO MAS RECONHEÇO ESTAVA TOTALMENTE ULTRAPASSADO E DEVERIA “DAR BAIXA”. EU ME PERGUNTO: VAMOS LEVAR GUERRA PARA QUAL PAÍS ONDE SERIA NECESSÁRIO UM SÃO PAULO DA VIDA? MELHOR SERIA TERMOS MAIS NAVIOS PARA PATRULHARMOS NOSSO EXTENSO LITORAL E ACELERARMOS A CONSTRUÇÃO DE NOSSOS SUBMARINOS PELA EFICIENCIA ATÉ PARA TAL FIM, LEMBRANDO AINDA QUE TODOS OS CONTRATORPEDEIROS DA CLASSE PARÁ, ESCOLTAS DO MINAS GERIAS, JA DEVEM REPOUSAR NO FUNDO DO MAR COMO ALVOS QUE FORAM

    Curtir

  2. Tem coisa mais importante do que esse sonho mirabolante. Porque não investir nas divisas terrestres para parar essa entrada de Drogas, tanto no uso interno, quanto trampolim para reenviar para o resto do mundo. Ou seria esse negocio mais um trampolim ti Petrolão. Logo teremos um escândalo MARINHÃO.

    Curtir

  3. luiz anselmo pias perlin

    Talves os amigos se revoltem com minha pessoa mas gostaria de ver a capascidade tecnica e mecanica de nossos engenheiros navais num desafio aumentar em 7 ou 9 metros este navio ja que vamos gastar que pelo menos tenhamos lucros aqui com nossa gente E AI MB VOCES PODEM NOS HORGULHAR MAIS AINDA, LANCEM O DESAFIO AOS ENGENHEIROS NAVAIS BRASILEIROS,EU ACREDITO NA CAPASCIDADE DE NOSSAS FORÇAS ARMADAS JA NÃO POSSO DIZER O MESMO DE NOSSOS LIDERES POLITICOS.

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: