EUA devem deslocar 150 veículos blindados para a Europa visando a crise na Ucrânia

EAS M1A2 tanks arrive in Grafenwoehr

Os Estados Unidos planejam colocar até o fim do ano que vem cerca de 150 tanques e veículos blindados na Europa para uso de forças norte-americanas que treinam na Europa como parte da resposta do país à crise na Ucrânia, de acordo com um comandante do Exército norte-americano.

Alguns dos tanques e veículos –o suficiente para equipar uma brigada armada– poderiam ficar “pré-posicionados” na Polônia, na Romênia ou nos países bálticos, afirmou o comandante das Forças Armadas dos EUA na Europa, Ben Hodges, em uma entrevista por telefone à Reuters de Wiesbaden, na Alemanha.

Os EUA e seus aliados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) reforçaram o Leste Europeu e aumentaram os exercícios para tranquilizar novos membros da aliança que ficaram nervosos devido ao que enxergam como assertividade dos russos. A Rússia nega qualquer atividade agressiva.

Hodges espera que a contribuição dos EUA para a operação, conhecida como “Operation Atlantic Resolve”, continue durante 2015 e 2016.

Manter equipamentos suficientes na Europa para uma brigada blindada dos EUA evita que tropas norte-americanas tenham que levar seus próprios aparelhos e dispositivos quando forem fazer exercícios militares na região.

A iniciativa também significa que os equipamentos estarão disponíveis se os EUA precisarem reforçar o Leste Europeu rapidamente em caso de emergência.

“Até o fim de 2015 teremos todos os equipamentos para uma brigada pesada, isso significa três batalhões, um esquadrão de reconhecimento, quartéis de artilharia, engenheiros, e tudo ficará na Europa”, disse Hodges.

“Estamos falando de cerca de 150, talvez 160 tanques M1, veículos de combate M2 Bradley, 24 morteiros autopropulsionados”.

Nenhuma decisão foi tomada ainda sobre onde os veículos blindados serão mantidos.

Hodges espera que pelo menos um terço deles seja mantido em centros de treinamentos norte-americanos na Alemanha. Os EUA poderiam considerar distribuir alguns dos equipamentos a um país báltico, à Polônia ou à Romênia, se isso fizer sentido estratégico e se o país quiser.

Os EUA reduziram a presença de suas forças na Europa desde a Guerra Fria. Agora, cerca de 30.000 tropas estão lá, mais um pequeno número de membros da Força Aérea, do Exército e da Marinha, disse Hodges.

Apesar de pressões orçamentárias, Hodges espera que soldados norte-americanos em bases da Europa permaneçam em suas posições atuais no momento.

Hodges acredita que há um risco de que os separatistas russos no leste da Ucrânia, onde um acordo de cessar-fogo foi estabelecido, mas que tem sido quebrado regularmente, poderiam lançar uma nova ofensiva no primeiro semestre.

FONTE: Terra/Reuters

Anúncios

Publicado em 01/02/2015, em Notícias e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. eadem@ig.com.br

    O presidente dos EUA – Macaco Orelha de Abano mascote de judeus – é um tremendo mentiroso dos mais descarados do planeta. Anteontem, esse patife anunciou ao mundo que não enviaria mais nenhuma tropa terrestre dos EUA ao exterior e hoje, arrogantemente anuncia que enviará a países fronteiriços com a Rússia nada menos que 150 tanques (que possivelmente serão os M-1 “Abrams”), ou o equivalente a uma divisão blindada.

    Ora, esses tanques são pilotados por homens das tropas terrestres dos EUA (USArmy ou USMC) e poderão servir como elementos de provocação contra a Rússia, tendo em vista a atual crise na Ucrânia.

    Como esses tanques não se movimentarem e não combaterem por controle remoto, Orelha de Abano terá de enviar não só cerca de mil homens para tripulá-los e outros tantos como auxiliares (mecânicos, armeiros, técnicos, etc.). Isso sem contar o pessoal que deverá enviar como engenheiros de combate e pontoneiros, além da infantaria, artilharia e outras armas de apoio, pois tanques não lutam sozinhos em nenhum campo de batalha e se somarmos a isso o apoio aéreo necessário, imagina-se que Macaco Obama deverá enviar uns 20 mil homens para onde quer que esses tanques sejam enviados.

    É muito soldado para combate terrestre para enviado irresponsavelmente por um presidente despreparado para eventual zona de combate para a qual ele anteontem disse que não enviaria mais soldado nenhum.

    Moral da estória: Presidente norte-americano é mentiroso, descarado, safado e não merece confiança de ninguém.

    Detalhe: Se Macaco Orelha de Abano enviasse 1 mil e 500 tanques (dez vezes mais do que enviará), não faria grande diferença contra os russos, que têm enorme experiência e tradição na guerra com blindados e pode anular facilmente esse estúpido e descabido esforço norte-americano.

    Estúpido e descabido porque se há uma briga entre Rússia e Ucrânia, não ameaça a segurança da Europa e muito menos dos EUA e portanto não há outra razão para os gurus judeus do Pentágono enviarem tanques dos EUA {as fronteiras da R[ussia que n’ao seja para provocarem um desnecessario e irresponsavel acirramento de uma crise internacional que poder[a evoluir para uma guerra generalizada que trara mais prejuizos ao resto do mundo que aos EUA ou seus aliados judeus.

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: