China cria arma de micro-ondas que “ferve” moléculas de água do corpo

A dor é tão intensa que a vítima vai pensar ter morrido”. Essa é uma das descrições que tem sido atribuídas à mais nova arma criada pela China. Sob o nome de WB-1, a invenção inspira-se tanto no equipamento norte-americano Active Denial System quanto no mundo da ficção: por meio de ondas milimétricas, um disparo capaz de esquentar a água localizada debaixo da pele das vítimas é feito; um “desconforto intenso”, mas não letal, é então sentido.

O alcance da arma é de cerca de 80 metros – se poder extra for gerado, por exemplo, por fontes externas de energia, um alvo à distância de quase 1 quilômetro pode ser atingido. Mas de que forma os militares chineses pretendem utilizar o canhão WB-1? Especula-se que a instalação do aparelho deverá ser feita em navios que protegem as fronteiras da China.

Canhão chinês WB-1.

O equipamento é pouco discreto, e uma base de comando aparentemente complexa precisa ser usada para a operação da arma. Dessa forma, acredita-se que o WB-1 não deverá ser utilizado durante confrontos policiais em terra, como em manifestações populares. Uma versão reduzida do armamento não parece estar dentre os planos dos chineses – as autoridades orientais não vão, assim, carregar uma “Estrela da Morte” em miniatura em seus bolsos.

Poeira e chuva

Poucos esclarecimentos técnicos acerca do WB-1 foram feitos. Ainda assim, os aspectos da arma norte-americana não letal e também capaz de disparar ondas milimétricas contra inimigos devem ser considerados. Acontece que o Active Denial System não funciona adequadamente quando submetido a chuva ou a poeira – a arma leva 16 horas para ser iniciada (assista à demonstração do aparelho desenvolvido pelos Estados Unidos abaixo).

Não se sabe se essas particularidades foram ajustadas pelos engenheiros chineses – se estes problemas persistem também na versão oriental da máquina cuspidora de micro-ondas, uma tempestade em alto-mar seria suficiente para desarmar um parrudo navio de guerra chinês.

Fonte: TecMundo

Sobre Francisco Santos

Francisco Santos é jornalista a mais de 5 anos, hoj é correspondente do Jornal Diário do Estado (Paraná), em seus momentos livres escreve para o Blog Alvo na TV, com colunas críticas, imparcial, profissional ao extremo e dedicad ao mundo da TV. É fundador e dono do Blog de defesa Guerra & Armas, que já conta com um crescimento considerável e esta prestes a se tornar um dos maiores Blogs de defesa do país, com compromisso e credibilidade o jornalista Francisco Santos mostra toda sua qualidade e amor ao que faz.

Publicado em 12/11/2014, em Armas, China, Internacional e marcado como , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Não vejo nada extraordinário nisso. No Brasil a Rede Globo enche a cabeça do Brasileiro de bósta, depois eles votam no PT. Dai ta tudo dominado.

    Curtir

  2. eadem@ig.com.br

    Nestes tempos de humanismo distorcido, esta é o que se pode chamar de uma arma… humanitária!

    Quer dizer: Ela não mata, mas aleija ou “só” deixa o cara louco!

    Que maravilha, né?

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: