Últimas fábricas de armas químicas na Síria serão destruídas em 2015

As operações para destruir as últimas instalações de produção de armas químicas na Síria começarão este mês e serão concluídas em 2015, informou nesta quarta-feira (5) um alto funcionário do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

A diplomata holandesa Sigrid Kaag, que lidera a missão das Nações Unidas encarregada de destruir o arsenal químico sírio, disse aos 15 membros do Conselho que 13 unidades de produção serão desmanteladas.

“Os preparativos para começar a destruição das 12 unidades de produção restantes, sete hangares e cinco túneis deverão ter início, o mais tardar, este mês, com conclusão prevista para o verão (boreal) de 2015”, explicou o embaixador australiano Gary Quinlan.

Outra unidade de produção de armas químicas também será destruída, disse o diplomata, sem dar detalhes.

Após um ataque com gás sarin em agosto de 2013, nos arredores de Damasco, denunciado por grande parte da comunidade internacional, que acusou o regime de Bashar al-Assad, e de ameaças de ataque por parte de Washington, o governo sírio aceitou desmantelar seu arsenal químico.

O embaixador sírio na ONU, Bachar Jaafari, confirmou a jornalistas que a destruição começará “este mês, esta semana”.

FONTE:G1

Publicado em 11/06/2014, em Notícias e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Não só armas Químicas, mas todo tipo de Armas devem ser Descontinuados e Destruídas.

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: