EUA EM JOGOS DE GUERRA NO ALASCA! CANADÁ MOBILIZA TROPAS, RÚSSIA REATIVA BASE NO ÁRTICO!

Uma força de implantação rápida do Exército vai praticar exercícios estratégicos na base de defesa antimísseis do Pentágono no Alasca, esta semana, como parte de exercícios anuais que envolvem ambas as forças convencionais e nucleares.

 

Funcionários da Defesa disseram que uma Força de Reação Rápida do Exército (QRF) de 55 tropas aerotransportadas, junto com armas e veículos, com pára-quedas em Fort Greely, no Alasca, na quinta-feira, como parte de exercícios chamados Vigilant Shield.
O QRF, composta de altamente treinados, forças móveis, rapidamente descompactam veículos e armas e movem-se para criar um perímetro de segurança em torno do campo de interceptação terrestre (GBI) na base, tudo em poucos minutos de atingir o solo, disseram autoridades familiarizadas com alguns detalhes do exercício. Os exercícios continuarão até 28 de outubro.
O Pentágono implantou 26 interceptores de longo alcance em Fort Greely e quatro na Base Aérea de Vandenberg, na Califórnia. Os interceptores são um elemento-chave limitadas de defesas estratégicas americanas dos militares contra ataques de mísseis de longo alcance, previstos principalmente da Coréia do Norte.
O porta-voz militar se recusou a revelar os cenários para os exercícios citando temores de “segurança operacional”.
Os exercícios militares norte-americanos, no entanto, seguem um aumento em grande escala de vôos de bombardeiros estratégicos nucleares russos tanto no Alasca e na Califórnia.
E os jogos de guerra, envolvendo a implantação de centenas de tropas canadenses, também estão sendo realizadas, como a Rússia anunciou no mês passado que está reabrindo uma base naval da era soviética no ártico norte em Ilhas da Sibéria. Seis navios de guerra russos, incluindo dois navios de desembarque, que partiram para a ilha com tropas e suprimentos em 6 de setembro.
A base da ilha siberiano é cerca de 1.000 km da costa do Alasca e faz parte de um grande esforço por Moscou para construir suas forças militares em toda a região, rica em recursos do Ártico.
Tenente-general aposentado da Força Aérea, Thomas McInerney, um ex-comandante do Comando Aéreo do Alasca, disse que os exercícios norte-americanos não estão limitados a defesas antimísseis e parecem ser uma resposta a exercícios nucleares recentes de grande escala russos e atividade de bombardeiros.
“Isso claramente é uma resposta aos extensos exercícios nucleares russos que foram realizados recentemente e é um sinal de boas-vindas de que esta administração não desarmou completamente nossa prontidão de dissuasão nuclear”, acrescentou.
O secretário de Defesa Chuck Hagel, em novembro, delineou uma nova estratégia do Pentágono para proteger o Ártico. A estratégia é seguida de aumento das incursões russas e chinesas na região. Hagel disse em um discurso em 22 de novembro no ano passado, que o derretimento do gelo polar aumentou rotas marítimas e como resultado há um aumento do risco de um futuro conflito na região.
Rússia tiveram como alvo as defesas de mísseis dos EUA no passado.
Documentos do Departamento de Estado classificados tornados públicos pelo Wikileaks revelou há vários anos que os exercícios militares ofensivas russas no Ártico são parte de um esforço de Moscou para “emergir como o poder dominante no ártico.”
Além da base de ilhas siberianas, militares da Rússia estão abrindo bases aéreas do Ártico, no extremo norte em Naryan-Mar, em Nova Zembla, e Franz Josef Land.
A Rússia também anunciou que está criando uma brigada do Ártico de 8000 tropas para ser implantado na Península de Kola perto da Finlândia e Noruega.
Protegendo o campo interceptor de defesa de mísseis é um dos elementos do campo de jogos de guerra em larga escala que ocorrem esta semana. O lançamento aéreo faz parte do Vigilant Shield, um exercício anual de defesa da pátria gerido pela sede no Colorado US Northern Command e do Comando de Defesa Aeroespacial EUA-Canadá na América do Norte.
Os exercícios de campo em Fort Greely inicialmente eram para envolver um lançamento aéreo de 400 tropas aerotransportadas a partir do 4 º Brigada da Divisão de Infantaria 25 baseado em Fort Richardson, Alasca. O exercício foi reduzida para apenas o QRF, no entanto.
Cerca de 550 efetivos militares canadenses e 20 aeronaves também foram participar no jogo de guerra com a implantação de Goose Bay, Labrador, no nordeste do Canadá no que Northcom disse que será a primeira grande implementação para Norad em mais de uma década.
A principal missão do Norad é para evitar ataques aéreos sobre a América do Norte.
O governo do Canadá recentemente manifestou preocupações sobre incursões estratégicas de bombardeiros russos.
O Washington Free Beacon informou em 8 de setembro que os bombardeiros estratégicos russos conduziram ataques de mísseis de cruzeiro nucleares práticos de áreas próximas a nordeste do Canadá.
Concomitantemente com Vigilant Shield, o Comando Estratégico dos EUA na segunda-feira lançou em grande escala de jogos de guerra nuclear chamada Global Thunder, projetados principalmente para testar o comando e o controle nuclear, juntamente com as operações militares de comando envolvendo espaço, ciberespaço, defesa antimísseis, combate às armas de destruição em massa, e inteligência, vigilância e reconhecimento, disse o comando, em um comunicado.
Os jogos de guerra Stratcom será simulações e exercícios de campo em vários locais. O exercício é baseado em um cenário fictício e não está relacionada a eventos do mundo real, disse o comando, em um comunicado.
Anúncios

Publicado em 10/21/2014, em Notícias e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. eadem@ig.com.br

    Informações caóticas passadas por um decrépito general norte-americano reformado não merecem nenhuma credibilidade e pelo visto, esse exercício conjunto EUA-Canadá parece onerar mais aos canadenses do que aos decadentes norte-americanos, que por estarem envolvidos em outros conflitos não parecem aptos a fazerem grandes esforços militares em áreas remotas do planeta, mesmo que sejam na parte gelada da América do Norte.

    Sabe-se que atualmente os russos também não estão lá essas coisas… e que os únicos trunfos dos quais dispõem, são a maior extensão do seu território do qual podem lançar seus mísseis de longo alcance a partir de bases móveis; a maior experiência russa em ambientes marítimos, terrestres e aéreos das zonas congeladas; o estoicismo dos soldados russos, militarmente muito melhores que os soldados norte-americanos; e principalmente o maior número das ogivas nucleares em poder de Moscou, além da sua letalidade muito maior que a do material norte-americano.

    Fora isso, as vantagens numéricas hoje pendem em favor dos EUA, a não ser que os chineses, norte-coreanos e até mesmo os iranianos, sírios, indianos e vietnamitas entrem nesta confusão para fazerem a balança pender totalmente em favor dos russos e orientais. Isso, apesar da OTAN e Israel, que ficarão superados neste confronto.

    Quanto ao exercício em si é medíocre e comprova mais a fraqueza norte-americana do que sua capacidade de reação. Aliás, ressalta que a importância do Canadá no controle dessa região é muito mais seguro que a dos patéticos EUA.

    Cá pra nós e que me perdoem os americanistas doentes: O Vietnã foi a última demonstração de força da pujança norte-americana da História, o Iraque foi seu último blefe e daqui pra frente Washington terá que se contentar com o fato de que daqui a 30 anos, será uma potência tão enferrujada quanto a Inglaterra, que Washington tenta seguir os passos.

    E notem: No futuro (de 30 anos pra lá), o grande inimigo dos EUA não será externo e sim, os negros e latinos lá existentes, que lutyarão entre sí para dividirem essa nação decadente.

    E quanto aos brancos de lá? Terão sorte se o Canadá os acolher!

    Anotem ou memorizem o que digo.

    Curtir

  2. Fonte nada confiável; bom para fabricantes de armas de ambos os lados que estão de sorriso de orelha a orelha. MAS NÃO VAI ACONTECER NAAAADA. Fiquem tranquilo.

    Curtir

  3. Pro Pátria – Levante em Minas Gerais

    Um cidadão Mineiro a bradar por um Brasil melhor. Sejamos todos fieis seguidores do seu brado! O PT acaba de destruir a Petrobras. Lutemos para que não destrua também o Brasil. É tempo de mudar
    Assina o texto Mozart Hamilton Bueno**Juiz de Direito aposentado e Professor
    PREPARA-TE
    MINAS GERAIS

    Nascedouro da nacionalidade, berço da liberdade e sacrário dos valores eternos, minha Minas Gerais não ficará silente nem deserdará seus filhos neste momento tenebroso por que passa o Brasil. Nuvens negras já despontam no horizonte da Pátria com vistas a turvar e demolir a nossa democracia penosamente construída.
    Homens inescrupulosos, impatrióticos e vendilhões se apoderaram do poder em todos os níveis e nele pretendem se perpetuar, impondo-nos ideologia e regime político alienígenas, incompatíveis com nossa tradição, nossas aspirações e com a nossa história.
    Estes se espelham no decadente facínora Fidel Castro, nos inconcebíveis regimes ditos bolivariano, da Venezuela, e nos mais sanguinários ditadores do mundo. Aspiram se eternizarem no poder mediante o covarde silêncio do Congresso Nacional e da recente decisão do STF no escandaloso caso de corrupção denominado “mensalão”.
    O povo, em boa parte analfabeta, carente e dependente das tais bolsas compra votos (bolsa família, bolsa gás, bolsa escola, bolsa prostituta, etc…) não vislumbra, por absoluta incapacidade de discernir, o perigo que se avizinha.
    Já perdemos nossa identidade cívica, social e moral e, não demorará perderemos a liberdade caso prossigamos nesta trilha maldita de corrupção e cinismo implantada pelo PT comandado por Lula. É revoltante assistir a presidente empunhando entusiasticamente a bandeira cubana ao lado do ditador ilhéu; congressistas ostentando nas paredes de seus gabinetes a foto do sanguinário Che Guevara e o presidente da Câmara a afrontar em momento solene o Ministro Joaquim Barbosa, Presidente do STF. Avulta-se, com desenvoltura nunca vista, o aparelhamento do Estado, a compra de parlamentares, o sucateamento das Forças Armadas, o manietar da Polícia Federal e pior, o silêncio complacente das instituições, especialmente dos Ministérios Público Federal e Estaduais e a leniência de boa parte do Judiciário além do andar paquidérmico dos processos.
    Os políticos, por seu turno, perderam a hombridade e se quedam em covarde passividade diante destes descalabros. Não há oposição para combater tantos desmandos; nenhuma voz se alteia contra este estado de coisas, no Congresso submisso.
    Empréstimos secretos são feitos a ditaduras; dívidas de países governados por ditadores são perdoadas sem que a opinião pública brasileira seja consultada; investimentos milionários são feitos em Cuba sob o suspeito crivo de “secretos”; igualmente “secretos” e suspeitos são os gastos com cartões corporativos, as viagens da secretária do ex-presidente e as despesas com viagens internacionais, enquanto ministérios inúteis foram criados para arrebanhar cúmplices neste nefasto aparelhamento do estado petista.Não há uma ação sequer do governo petista que seja clara e induvidosa. Sobre todas pairam suspeitas e inexplicável silêncio dos governantes.
    O Supremo Tribunal Federal, salvo as notórias exceções, hoje mais ainda realçadas, resvalou para o julgamento de conveniência e já não há um cidadão que lhe renda o devido respeito.
    As Forças Armadas – silentes por enquanto- se submetem a inaceitável e proposital sucateamento e ainda são humilhadas pela unilateral Comissão da Verdade.
    Nossas fronteiras, deliberadamente escancaradas ao narcotráfico, ao contrabando e ao descaminho, às FARC e aos médicos cubanos, são indícios de que estamos perdendo nossa soberania e o controle do que se passa em nosso território.
    Adicionem-se a este quadro nebuloso da nacionalidade as suspeitas demarcações de terras indígenas, a desenvoltura do MST, (este claramente estimulado e financiado pelo Planalto) e tem-se o caldo da desobediência civil, do atrito entre irmãos e do caos social.
    A violência urbana, já incontrolável, domina todas as comunidades do país; as drogas já escravizam milhões de brasileiros e, segundo consta, já passa de um milhão a coorte de menores zumbis que vaga pelas cidades, dependentes que são do “crak”.
    Saúde pública vergonhosa, ensino público sofrível, segurança pública nenhuma. Direitos humanos só para transgressores da lei em inaceitável inversão de valores.
    No malsinado governo Goulart, no qual as ameaças foram muito mais tímidas Minas Gerais se levantou e espantou o fantasma que nos rondava.
    Na verdade, o Brasil é hoje, apesar da sua grandiosidade, país satélite das diminutas (em todos os sentidos) republiquetas sul-americanas.
    Pergunto então: onde está a Maçonaria? Onde estão as comunidades religiosas?
    Onde estão os Clubes de Serviço apologistas das liberdades? Onde estão os homens de bem deste país?
    Onde estão as forças vivas da comunidade brasileira? Onde está a imprensa?
    Estão fingindo nada ver e nada ouvir e fazendo cara de paisagem diante da borrasca político/social que se avizinha.
    Creio e espero que agora, se necessário for, Minas novamente se levantará contra o caudilhismo e o comunismo que aí estão à vista e já avizinhados, para honrar a tradição de liberdade que naquelas montanhas é cultuada desde os primórdios da colônia.
    Se assim for, estimarei ser convocado e serei um entusiasmado voluntário.
    Se o outro nome de Minas é Liberdade como acentuou Tancredo Neves, ela, a Liberdade, daquelas montanhas jamais se arredará.
    Tenho fé.
    Mozart Hamilton Bueno*
    *Juiz de Direito aposentado e Professor

    Todo brasileiro que tenha recursos para isso está autorizado e solicitado desde já a reproduzir este aviso e fazê-lo publicar no órgão de mídia de sua preferência, assim como a divulgá-lo por quaisquer outros meios ao seu alcance. Preservado o Teor e a Fonte.

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: