Combates mais intensos atingem cidade fronteiriça da Síria

A cidade fronteiriça síria de Kobani suportou na manhã deste domingo (19) o mais feroz combate em dias depois que militantes do Estado Islâmico atacaram forças curdas com morteiros e carros-bomba, disseram fontes na localidade e um grupo de monitoramento do conflito.

O Estado Islâmico, que controla vastas regiões na Síria e Iraque, disparou 44 morteiros na localidade no sábado, alguns dos quais caíram sobre a vizinha Turquia, disse o grupo ativista Observatório Sírio para os Direitos Humanos, com sede no Reino Unido. Os rebeldes lançaram quatro morteiros a mais neste domingo, acrescentou o observatório.

A batalha de um mês para o controle de Kobani teve altos e baixos para ambos os lados. Há uma semana os curdos advertiram que a captura da cidade era iminente, e uma coalizão liderada pelos Estados Unidos intensificou seus ataques contra o Estado Islâmico, que deseja tomar a cidade para consolidar sua influência no norte da Síria.

A coalizão vem bombardeando alvos do Estado Islâmico no Iraque desde agosto e estendeu sua campanha para a Síria em setembro, após o grupo rebelde, adepta de uma interpretação fundamentalista do Islã, realizar progressos consideráveis ​​no campo.

FONTE: G1

Publicado em 10/19/2014, em Notícias e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. O Estado Islâmico, (citação na matéria)

    Estado é Estado; por enquanto é um bando de assassinos sem território físico e legal. Como tal; parece mais com um câncer que vai se apoderando de um corpo, ate ocupar toda a “massa” adjacente e daí, ambos perecem na morte.

    Livro do Profeta Daniel 2: 44 “E nos dias daqueles reis o Deus do céu estabelecerá um reino que jamais será arruinado. E o próprio reino não passará a qualquer outro povo. Esmiuçará e porá termo a todos estes reinos, e ele mesmo ficará estabelecido por tempos indefinidos

    Curtir

  2. eadem@ig.com.br

    Os curdos não vão resistir durante um século e pelo visto, os norte-americanos estão com medo de entrar nesta briga, pois se entrarem perderão, pois sempre que lutam contra quem não os teme é mais que certa uma nova e vergonhosa derrota para os arrogantes EUA, país que não venceu nenhum conflito desde a WWII. Se Kobani cair e os rebeldes firmarem suas posições naquela área, será uma enorme perda de prestígio não só para os EUA mas para seus oportunistas aliados ingleses, franceses e belgas.

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: