Alemanha enviará instrutores militares para treinar curdos no Iraque

Berlim está pronto para enviar quarenta soldados ao Iraque para treinar combatentes curdos em sua guerra contra o Estado Islâmico, enquanto trinta curdos deverão viajar à Alemanha, anunciou neste sábado (13) o exército alemão.

Após a decisão em 31 de agosto do governo alemão de fornecer armas aos peshmergas, o ministério da Defesa já enviou seis soldados ao consulado geral’ de Erbil, no norte do Iraque, para coordenar a ação alemã no local, de acordo com um comunicado da Bundeswehr.

Outras equipes com cerca de seis soldados devem juntar-se a eles temporariamente, logo que as primeiras armas forem entregues, para formar os combatentes curdos no uso de foguetes antitanques e metralhadoras, anunciou o exército alemão.

O primeiro avião transportando armas deve decolar em 24 de setembro e ser rapidamente seguido pela chegada dos instrutores, disse um porta-voz do ministério da Defesa. No total, de acordo com a Bundeswehr, quarenta paraquedistas devem ser mobilizados para esta tarefa.

Enquanto isso, trinta curdos devem ser formados diretamente na Alemanha em setembro, inclusive para o uso de mísseis antitanques Milan.

Berlim exclui por ora o envio de tropas de combate no Iraque e qualquer participação nos ataques aéreos americanos. Mas de acordo com o jornal Süddeutsche Zeitung, a chanceler Angela Merkel deve discutir na próxima quinta-feira com seus ministros a questão de um possível reforço do apoio alemão aos combatentes curdos.

FONTE: G1

Publicado em 09/13/2014, em Notícias e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. eadem@ig.com.br

    Angela Merckel é uma grande administradora interna da Alemanha mas na política externa comete asneiras que acabarão prejudicando o enorme sacrifício de reconstrução do país executado à duras penas pelo heroico povo alemão ao longo dos últimos 69 anos. Merckel deveria retirar as tropas alemãs do Afeganistão imediatamente, não tem que apoiar à OTAN e muito menos os EUA em sua briga com Moscou e não tem nada que se meter nessa espúria intervenção norte-americana nos negócios do EI, da Síria e do resto do Oriente Médio. O que a atual Alemanha tem que fazer é sacudir o jugo judeu imposto pelos aliados e parar de pagar “reparações de guerra” a Israel e segundo, aliar-se aos russos que no caso, seriam os aliados naturais dos alemães. De quebra, os alemães deveriam fazer como os japoneses vêm fazendo, voltando a projetar e produzir armas com tecnologia de ponta para enfrentar futuros inimigos os quaios, não virão das estepes russas nem do Oriente, mas como de costume, da outra margem do Reno, do outro lado do Canal e como sempre, do Oeste do Atlêntico e mais um ou outro aliado oportunista e de preferência, judeu!

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: