Líderes da Otan concordam sobre sanções contra Rússia, dizem EUA

Líderes da Otan se reúnem nesta quintafeira (4) no País de Gales (Foto: AFP PHOTO/POOL/ALAIN JOCARD)

Os principais líderes da Otan concordaram, durante uma reunião de cúpula nesta quinta-feira (4), que a Rússia deveria sofrer mais sanções por suas ações no leste da Ucrânia, disse o governo dos Estados Unidos.

O presidente dos EUA, Barack Obama, o primeiro-ministro britânico, David Cameron, o presidente francês, François Hollande, a chanceler alemã, Angela Merkel, e o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, se reuniram com o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, durante reunião de cúpula da Otan que é realizada no País de Gales, na Grã-Bretanha.

“Os líderes reiteraram a sua condenação à contínua violação flagrante, por parte da Rússia, da soberania e da integridade territorial da Ucrânia, e concordaram com a necessidade de a Rússia sofrer crescentes custos por suas ações”, disse a Casa Branca em comunicado.

Hollande declarou a repórteres que uma decisão sobre novas sanções da União Europeia, a ser adotada em Bruxelas nesta sexta-feira, vai depender dos eventos nas próximas horas, já que prosseguem os esforços para se chegar a um cessar-fogo entre Kiev e separatistas apoiados pelos russos.

Nesta sexta-feira, o “grupo de contato” sobre a crise na Ucrânia, que é composto por representantes de Kiev, Moscou e da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), se reunirá em Minks, na Bielorrússia, com os separatistas pró-Rússia.

“Amanhã no Conselho Europeu vamos anunciar sanções e colocá-las em ação se não houver nenhum progresso, mas tudo vai depender das próximas horas”, disse Hollande no começo de uma reunião bilateral com Poroshenko.

O Ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, disse na cúpula que estava razoavelmente otimista que a crise na Ucrânia está caminhando para uma desescalada.

“Seria bom e é urgentemente necessário que seja feito progresso nessas conversas diretas”, disse a jornalistas.

Proteção
Nesta quinta, a Associação de Empresas Europeias pediu que a União Europeia, a Rússia e a Ucrânia protejam investidores estrangeiros de “quaisquer novas medidas retaliatórias” contra a Rússia por suas ações na Ucrânia.

Em comunicado, o grupo de lobby que representa mais de 600 companhias europeias disse que escreveu para 28 chefes de Estado e governos para alertar que “entre nossos membros há companhias globais com negócios em setores que seriam diretamente afetados por essas medidas”.

“A introdução dessas medidas poderia levar a um sério declínio dos volumes de produção e do número de locais de trabalho, afetando não apenas as próprias indústrias, mas também fornecedores e varejistas que trabalham nesses setores”, disse a entidade, acrescentando que isso significaria redução dos pagamentos de impostos e obrigações.

FONTE: G1

 

Publicado em 09/04/2014, em Notícias e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. SANSÕES CONTRA A RUSSIA…VÃO PROIBIR RUSSO DE BEBER VODKA… Depois dessa todos Programas Cômicos perderam a Graça.

    Curtir

  2. eadem@ig.com.br

    É ponto pacífico que a OTAN desconfia da Rússia e os países europeus vêm cedendo às constantes e crescentes pressões dos EUA para endurecimento nas relações dos ocidentais (não só da OTAN e dos europeus) contra os russos, entre elas, a aplicação de pesadas sanções econômicas contra Moscou.

    Em contraposição, cada vez mais apertados no seu território nacional original (a velha “Mãe Rússia” dos czares propriamente dita), os russos se rearmam e começam a conviver com a perspectiva de uma solução armada para os problemas externos do país, todos eles orquestrados a partir de Washington, Londres, Paris e até mesmo, de Tel Aviv.

    Outra boa saída tentada por Moscou é voltar-se para antigas alianças da era da “guerra fria”, como a dos chineses e dos norte-coreanos, sem desprezar os indianos e talvez até aliados menos prováveis, como o Brasil e até mesmo a África do Sul e o México, este último, tradicionalmente tido como “quintal dos EUA”.

    A outra saída russa é econômica e na verdade as sanções européias e dos EUA não afetam à Rússia em absolutamente nada. Pelo contrário, Putin é quem poderia por os europeus de joelhos se cortasse o fornecimento de gás a eles. E aliás, não sei por que ele reluta em usar esta arma, que teria o mérito adicional de alijar os EUA dessa querela, posto que Obama não tem nenhuma alternativa para equilibrar esse quadro.

    O fato é que a OTAN é forte taticamente, mas extremamente dependente dos EUA no tocante a operações bélicas estratégicas.

    Em contrapartida, a Rússia é independente estrategicamente e poderia arrasar a Europa Ocidental em poucas horas porém, apesar de ser muito forte taticamente não há qualquer motivação para seus soldados empreenderem uma guerra de conquista contra o Ocidente e neste aspecto, qualquer operação terrestre russa prolongada além de um mês, digamos, fracassaria por falta de apelo moral.

    Porém pasmem! Mais que aos russos, a OTAN teme mais ao nascente Estado Islâmico e ao desdobramento da questão síria do que a qualquer problema com Moscou.

    Eu sempre digo que o Pentágono é burro, mas os europeus não precisavam exagerar tanto adorando esse muar e deviam prstar mais atenção e até tentarem dialogar com o instável “urso” moscovita.

    Valeria à pena para todo o planeta.

    Curtir

  3. Putin é quem poderia por os europeus de joelhos se cortasse o fornecimento de gás a eles. (CITAÇÃO)

    Russia não vende gás por amor ao próximo. Vende em troca de balança econômica,e ou Dólares. é como certa nação vizinha do Brasil. Cada vez que ela endurece na fiscalização de fronteira com os Produtos Brasileiros; o Brasil faz o mesmo com as cargas de produtos deles. Dá empate sempre.

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: