Cingapura aumenta sua frota de F-15

F-15 cingapura #2Trabalho investigativo da Jane´s descobre, que de forma silenciosa, Cingapura registrou oito novos F-15SG.

Cingapura parece ter, de forma silenciosa, aumentado o tamanho de sua frota de F-15SG, passando de 24 para 40 aeronaves, de acordo com declarações financeiras da Boeing e registros das aeronaves nos relatórios do Congresso.

Cingapura comprou originalmente 12 F-15SG, com opção para mais oito, no âmbito de um contrato assinado em dezembro de 2005 Em outubro de 2007, a cidade-estado modificou esta opção através da compra de mais 12 aumentando para um total de 24.

Estas aeronaves foram todas confirmadas como entregues e têm números de série dos EUA do tipo sequencial de 05-0001 a 05-0024. Vários permaneceram nos Estados Unidos com as cores da RSAF (Republic of Singapore Air Force) com o 428th Fighter Squadron na base aérea de Mountain Home em Idaho, enquanto o restante são ativos em Cingapura, com 149 Squadron.

Aeronaves que operam em Cingapura usam números de série de quatro dígitos na sequência 83XX, a partir de 8301.

A RSAF sem alarde aumentou o tamanho de sua frota de F-15SG. (Imagem: USAF)

Em janeiro de 2014, vários aviões com novos números de série – 05-0025, 05-0028, 05-0030, 05-0031, 05-0032 e – foram vistos em Mountain Home AFB. Estes não haviam sido relatados e sugerem que Cingapura obtivera um lote de oito aeronaves.

Enquanto isso, em 26 de Novembro de 2012 uma carta do Departamento de Estado dos EUA para Câmara dos Representantes, sob a Lei de Controle de Exportação de Armas, refere-se à “venda, modificação e apoio para oito aviões F-15SG ao Governo de Cingapura”.

Números divulgados pelo Boeing mostram que oito F-15 foram entregues a um cliente não especificado em 2012.

Relatórios financeiros da Boeing também mostram que um total de 93 caças F-15 foram entregues a partir de 2005 a 2012, sendo 61 para a Coréia do Sul e 24 para Cingapura, totalizando 85 exemplares, deixando oito “desaparecidos” sem registros públicos.

Finalmente, em de agosto de 2014 a Boeing recebeu os registros civis das aeronaves para o que descreveu serem aeronaves F-15SG: N361SG, N363SG, N366SG, N368SG, N373SG, N376SG, N378SG e N837SG.

Nem a Boeing, nem o Ministério da Defesa de Cingapura (MINDEF) confirmaram se a cidade-estado tinha adquirido mais 16 caças F-15 do que anteriormente divulgado, embora também não tenha negodo.

Ao que tudo indica Cingapura preferiu construir calmamente o que é visto como a força militar mais bem equipada do Sudeste Asiático.

Um oficial, reformado, das forças armadas disse a Jane´s que esta foi uma decisão estratégica e de forma silenciosa, seus vizinhos só podem “adivinhar” a força da cidade-estado, e também porque os líderes do país não precisam usar aquisições militares como um suporte populista.

FONTE: janes.com – Tradução e edição: CAVOK

Anúncios

Sobre Francisco Santos

Francisco Santos é jornalista a mais de 5 anos, hoj é correspondente do Jornal Diário do Estado (Paraná), em seus momentos livres escreve para o Blog Alvo na TV, com colunas críticas, imparcial, profissional ao extremo e dedicad ao mundo da TV. É fundador e dono do Blog de defesa Guerra & Armas, que já conta com um crescimento considerável e esta prestes a se tornar um dos maiores Blogs de defesa do país, com compromisso e credibilidade o jornalista Francisco Santos mostra toda sua qualidade e amor ao que faz.

Publicado em 08/28/2014, em Boeing e marcado como , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Comprar avião da BOEING e achar que esta tudo em segredo! Piada de mal gosto… É o mesmo que encomendar “soro anti ofídico” em São Paulo, e dizer que não é do BUTANTÃ.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Curtir

  2. eadem@ig.com.br

    Nós todos, aqui no Brasil, recebemos a notícia consternados e temos de tomar muito cuidado com isso!

    Afinal, Cingapura tem um longo histórico de tentativas de implantação de um império mundial e com todos esses aviões, fatalmente sobrarão um ou dois deles para atacarem, vencerem e dominarem todo o Brasil, que não dispõe de caças à altura e muito menos, de defesas anti-aéreas adequadas.

    Vamos apelar primeiro pra ONU, depois para o bispo grego-cismático de Antalya, na Turquia e como ele não tem nada a ver com isto, mas afinal… nós também não!

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: