GUERRA DO IRAQUE: EUA ATACAM ISIS APÓS MORTE DE JORNALISTA

Após morte de jornalista americano, divulgado em vídeo pelo ISIS, ocidente “acorda” para a realidade do Estado Islâmico
 
O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, condenou “nos termos mais fortes possíveis” o “abominável assassinato” do jornalista norte-americano James Foley. Ainda de acordo com ele, a morte representa “a campanha de terror do Isis contra o povo do Iraque”. 
 
Os Serviços de Inteligência dos Estados Unidos chegaram à conclusão, após análise, que o vídeo que mostra a decapitação do jornalista e ameaça a seu colega Steven Sotloff “é autêntico”, informou a porta-voz do Conselho de Segurança, Caitlin Hayden.
 
O anúncio da decapitação por jihadistas do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (Isis) gerou preocupação nos líderes europeus, que analisam enviar armas para combater o avanço do grupo.
 
Forças Armadas dos Estados Unidos realizaram 14 ataques aéreos nesta quarta-feira no Iraque, perto da estratégica represa de Mossul, dentro da campanha iniciada para ajudar as tropas iraquianas a repelir o grupo jihadista Estado Islâmico (EI).
 
Os ataques destruíram ou danificaram seis veículos Humvees, três armazéns de artefatos explosivos improvisados (IED) e dois veículos armados, informou o Comando Central americano em comunicado.
 
Desde o último dia 8, o Comando Central realizou 84 ataques aéreos no Iraque visando “apoiar os esforços humanitários” e “proteger” americanos no país, disse o Comando Central em comunicado.
 
O Pentágono planeia enviar “um pouco menos de 300” soldados americanos adicionais para o Iraque, a pedido do Departamento de Estado, disse hoje um alto funcionário norte-americano. Estas tropas suplementares, que deverão ajudar a proteger as instalações diplomáticas norte-americanas, aumentarão para perto de 1.150 o número de soldados e conselheiros militares norte-americanos no Iraque, numa altura em que este país faz frente aos ´jihadistas`do Estado Islâmico.
 
O ministro alemão da Cooperação e Desenvolvimento, Gerd Müller, acusou o Qatar de ter financiado os ‘jihadistas’ do Estado Islâmico (EI) no Iraque, numa entrevista divulgada esta quarta-feira.
 
“Uma situação destas tem sempre um historial”, disse o ministro alemão à cadeia de televisão pública ZDF, questionando: “Quem financia estas tropas? Eu penso no Qatar”.
 
A Alemanha deverá tomar nos próximos dias uma decisão sobre a eventual entrega de armas aos curdos que combatem os ‘jihadistas’ no norte do Iraque, um tema polémico no país.
 
O anúncio da decapitação de um jornalista norte-americano por jihadistas do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (Isis) gerou preocupação nos líderes europeus, que analisam enviar armas para combater o avanço do grupo.
 
A ministra da Defesa da Itália, Roberta Pinotti, disse nesta quarta-feira que o seu país pretende enviar ao Iraque uma série de armamentos produzidos na antiga União Soviética e confiscados durante a Guerra dos Balcãs.
 
Em reunião com parlamentares do comitê de negócios estrangeiros e da defesa, Pinotti propôs fornecer aos iraquianos armas, mísseis antitanques e munições que, desde que foram recolhidas, na Iugoslávia, nos anos 1990, estavam sendo utilizadas pelas Forças Armadas da Itália. Segundo ela, se a proposta for aceita, o governo está praticamente pronto para conduzir a entrega já nos próximos dias.

Publicado em 08/20/2014, em Notícias e marcado como , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. eadem@ig.com.br

    PQP… mais dez anos de guerra insensata! Americano é burro, heim? Não sabe fazer a guerra e muito menos a paz. Não ganharam as primeira nem segunda guerras mundiais sozinhos, não ganharam nada na Bósnia, perderam as guerras da Coréia, Vietnã, Iraque, Afeganistão e agora vão se afundar de novo nesse mesmo deserto aí? E pior, é que os idiotas não entendem que a maioria dos turistas que vagam pelo mundo são norte-americanos e esses pobres-diabos são alvos fáceis para assassinos e quem vai pagar o pato pelos próximos 100 anos serão eles? Taí no que dá um escravo acreditar em patrão judeu… só faz merda! Pois é o que o Obama está fazendo…

    Curtir

    • Ate parece que todos países envolvidos na Segunda Guerra, tiveram que entrar nessa Guera para ajudar os Norte Americanos.
      Os Estados Unidos foram o ultimo a entrar nessa guerra suja iniciada por desmiolado Hitler dar inicio enviando tropas para invadir a Polônia e outros Países.
      Acho que a historia da Segunda Guerra, terá que ser reescrita para agradar retardados mentais com “tara” de inteligente.

      Curtir

  2. Ate parece que todos países envolvidos na Segunda Guerra, tiveram que entrar nessa Guera para ajudar os Norte Americanos.
    Os Estados Unidos foram o ultimo a entrar nessa guerra suja iniciada por desmiolado Hitler dar inicio enviando tropas para invadir a Polônia e outros Países.
    Acho que a historia da Segunda Guerra, terá que ser reescrita para agradar retardados mentais com “tara” de inteligente.

    Curtir

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: