A FORÇA AÉREA DO BRASIL PODE OPTAR PELOS CAÇAS RUSSO NUMA TERCEIRA CONCORRÊNCIA.

Caza Su-35

Caça Su-35

O mercado global de armas vale bilhões de dólares por ano. Mas poucos contratos atraíram tanta atenção da mídia como o recente licitação lançada pelo Brasil na compra de 36 aviões de combate e da produção licenciada de mais 84 aeronaves.
Este lance despertou o interesse ainda mais quando o novo presidente do Brasil, Dilma Rousseff, que tomou posse no passado 01 de janeiro de 2011, cancelou os resultados de um concurso anterior.

Começo modesto


As aeronaves da Força Aérea no Brasil são obsoletas são cerca de 50 ou 60 F-5 caças feito em 1960-70 e 12 franceses Mirage-2000 aviões produzidos na década de 1980.
Além disso, a Força Aérea Brasileira tem em seu estoque mais de 50 aviões de ataque AMX avião Ítalo-Brasileiro de luz e 100 de assalto e formação turboélice Super Tucano de fabricação nacional.
Cerca de 12 ou 15 caças Mirage III, que são usados esporadicamente, porque o seu período de vida expirou.
Hoje, a capacidade de luta da Força Aérea Brasileira é insuficiente em comparação com o potencial econômico do país, especialmente considerando que o Brasil está interessado em aumentar sua influência no mundo.
O primeiro contrato, conhecido como FX, foi convocado em 1999, quando o Brasil decidiu substituir desatualizados caças Mirage III da Força Aérea que incorpora um ou dois esquadrões de caças modernizados. Era de se esperar para comprar 12-24 aeronaves por cerca de US $ 700 milhões.
Quase todos os principais fabricantes de aviões participaram do concurso, fornecimento de versões modificadas de caças populares multiusos daquela época, ou seja, F-16 da empresa americana Lockheed Martin, o Mirage-2000BR desenvolvido especialmente para o Brasil, novo caça sueco JAS -39 Gripen eo russo MiG-29SMT.
escritório russo Sukhoi Design também manifestaram interesse no mercado brasileiro e tem planos de oferecer  caças Su-35 (ou seja, a versão anterior Su-27M). Esperava-se que o contrato de fornecimento seria concedido aos fabricantes franceses.
A crescente demanda


O concurso não se realizou devido à crise económica. O Brasil decidiu comprar 12 franceses Mirage-2000 caças usados nas versões anteriores. Isso possibilitou a adiar a renovação de aeronaves obsoletas até 2007.
Naquela época, o Brasil pretendia ser substituí-los por novos aviões não só os Mirage III, mas também o F-5 e AMX. O contrato subiu de 12 ou 24 para 120 unidades, dos quais 36 devem ser fornecidas a partir do estrangeiro e os restantes seriam fabricados no Brasil sob licença.
Além disso, o valor do contrato, aumentou para cerca de 6 ou 10 bilhões de dólares e os modelos maiores foram incluídos na   nova proposta. Além do F-16, os EUA ofereceram ao país latino-americano a última versão modificada do jogo principal, que está no serviço operacional da Marinha, F/A-18E/F Super Hornet.
A França deixou de fabricar o Mirage-2000 ofereceu seus aviões Rafales novos. O consórcio europeu EADS Eurofighter Typhoon   participou junto com o  sueco Saab JAS-39 Multi função.
fabricantes russos também ofereceram o seu mais recente projeto, Su-35BM (versão modificada do Su-27).
A transferência de tecnologia foi o aspecto mais importante da proposta. O Brasil deu mais importância para as perspectivas de construção de novos caças sob licença para modernizar a indústria da aviação.
Os fabricantes europeus eram mais prováveis. Os aviões dos EUA foram retirados da corrida porque os EUA estavam dispostos a compartilhar a experiência na fabricação de aeronaves com o Brasil.
As razões pelas quais a Rússia proibida ( Desclassificada e não proibida como diz a reportagem ) de  participar no concurso eram mais complicadas. O Brasil tinha a esperança de que Moscou poderia fornecer os caças Su-35 para sua Força Aérea em troca da licença para fabricar na Rússia de aeronaves civis da empresa brasileira Embraer.
Isto poderia ter um impacto negativo na produção do programa de execução ou seja russo Sukhoi SuperJet-100, de aeronaves comerciais para curtas distâncias.

Quinta Geração Prototype


O segundo concurso para o contrato terminou sem vencedores porque os preços inflados dos caças europeus dificultaram a negociação. No final o novo gabinete do Brasil decidiu convocar novamente a concurso. Um modelo que você poderia estar interessado em incorporar em seu arsenal da Força Aérea Brasileira é o lutador russo Su-35BM.
Analistas disseram que a possibilidade de adquirir o Su-35BM deve contribuir para uma maior flexibilidade de preço das empresas europeias e ainda pode forçar os EUA a transferência de tecnologia.
É provável que o Su-35BM pode ganhar o concurso, ele conseguiu aumentar o seu prestígio internacional desde 2007 devido ao sucesso do desenvolvimento do ciclo de ensaios em vôo e no início de sua produção para a Força Aérea Russa.
Além disso, a demanda por caças fabricados pela empresa Sukhoi aumentou o mercado latino-americano através da compra de caças Su-30MK2 para a Força Aérea da Venezuela, entre outras coisas.
Outro argumento a favor da Rússia é a quinta geração Т caça russo-50, que está sendo desenvolvido pela empresa Sukhoi. Os rumores sobre a possibilidade de cooperação entre a Rússia eo Brasil na fabricação de caças de quinta geração surgiu na primavera de 2010 e ninguém negou.
Dado que a Rússia ea Índia assinaram o contrato para o desenvolvimento do caça de quinta geração para a Força Aérea da Índia na base da marca de combate T-50 russo novo, a cooperação russo-brasileira é provável, especialmente com as relações de amizade que atualmente mantêm os dois países.
Assim, o fornecimento de Su-35BM Brasil dotado de várias equipes de quinta geração pode ser o primeiro passo para transferenica o T-50. E a Rússia não inclui essa possibilidade em sua oferta certamente ganhar o concurso.
O principal rival do Т-50, caça F-22 dos EUA, que não é exportada eo mercado ainda não tem outras aeronaves da mesma classe, exceto o lutador chinês J-20, com benefícios questionáveis.

Tradução: Guerra & Armas , Fonte RIANOVOSTI

About these ads

Sobre Francisco Santos

Jornalista e Editor.

Publicado em 02/09/2011, em Aviação, Brasil, Força Aérea, FX-2, Notícias. Adicione o link aos favoritos. 58 Comentários.

  1. Ferreira Junior

    Só vejo esta alternativa, perdemos a confiança na França, fiquemos só nos submarinos com os franceses.

    • Logo digo que não sou a favor de guerra. Mas é necessário equipar nossas forças armadas para a defesa de nosso povo e de nossa terra, deve-se dá prioridade a força aérea pois quem domina o ar tem grandes vantagens em termos defesa. Os caças russos são melhores e mais confiáveis do que o dos franceses e norte-americanos. Com a passagem de tecnologia para a fabricação será perfeito, o Brasil será mais respeitado entre as potências.

  2. NAO DEVEMOS COMPRAR ARMAS NEM DA FRANÇA NEM DOS EUA.POIS NO PASSADO A FRANÇA ENTREGOU OS CODIGOS DE DESATIVAÇAO DOS MISSEIS VENDIDOS PARA A ARGENTINA PARA OS INGLESES E OS MISSEIS NAO SERVIRAM PARA NADA. JÁ OS ESTADOS UNIDOSNEM SE FALA SÓ PENSAM NELES MESMOS E NOS SEUS INTERESSES E NÃO DUVIDO FARIAM O MESMO. VAMOS COMPRAR MESMO ´E DOS RUSSOS QUE SÃO GENTE IGUAL A GENTE!!!!

    • O nosso Brasil ñ precisa comprar armas belicas de ninguém pos produz os aviões comerciais mais modernos do mundo ( erança d Alberto Santos Dumont )patrono da aviaçao no planeta:é só converter estes aviões para avio~es de combate,detemos até tecnologia núclear precisamos mesmos é de desenvolvermos nossas armas núcleares e pronto aí seremos respeitados ainda mais porque lá fora já somos ,só os Brasileiros ñ sabem disso>>>>!!!!!!!

      • Cicero, Cicero
        O Brasil não produz aviões. Ele apenas monta , pois produzido é apenas a carcaça.
        Os motores são importados , assim como toda avionica. Nossas armas nucleares?
        Nós não temos armas nucleares e sim energia nuclear o que é bem diferente . rsrrsrsr.

        • Marco Antonio

          nos temos os misseis intercontinentais que foram comprados da russia(poucas pessoas sabem disso, apenas sei porque meu pai e de alta patente da marinha)e que podem ser equipados com ogivas nucleares(que o brasil tem tecnologia para construir),ai sim nos seriamos respeitados ta bom pedro?

      • SANTA IGNORANCIA

    • Concordo com você Donizeti. Franceses, Ingleses e americanos mostraram que não são confiáveis, melhor seria investir nos caças russos, pois devido e reivalidade dificilmente entregariam os codigos de desativação dos misses a ingleses ou americanos, hoje sem dúvida nossos mais agressivos assediadores

      • Caro Alex,

        Quem é confiavel ? Todos os vendedores só querem o dinheiro ( dolars ) voce acha que o cara das Casas Bahia é confiavel , mais do que os vendedores da insinuante. Voce acha que o russo é amigo , só se for do seu dinheiro.

  3. Ferreira Junior

    MUdei de ideia, compraria dos Russos e dos franceses, por causa da avionica dos franceses, faria o melhor avião do mundo.

    • Marco Antonio

      Eu faria um contrato em segredo com a russia, e ainda compraria os rafalle so pros
      EUA nao nos incomodar, ou se nao tem a proposta da boeing de construir um aviao de sexta geracao, o unico problema(como sempre)os EUA.

  4. Já diazia Renato Russo o Brasil é pais do futuro, dessa forma, entendemos ser extremament necessário cuidar do que é nosso, já que estamos bem economicamnte falando, por que não investir em nossa segurança. Não podemos ser descuidados, nossa frota de defesa aerea esta obsoleta e com certeza terrestre também….

    Vamos cuidar do que é nosso se não aparece algum gringo pra nos dar ordem debaxo da força deles….

    PRA FRENTE BRASIL…

    • Pais do Futuro……. Escuto isso desde minha infancia. Para chegar a ser do futuro tem de começar a cuidar de seu povo nos mais basicos detalhes, o que está longe de ser.

      Um seguidor de um mestre budista pergunta: Mestre , o que devo fazer para alcançar a iluminação. O Mestre responde : Gafanhoto , voce já lavou a louça da janta………

      • HENRIQUE BARRETTO

        iiiiiiii nao fez diferença, o mestre budista nao foi objetivo. o q aconteçe com o nosso governo q deixa pra depois o q tem q ser resolvido agora.

  5. Tenho 17 anos de idade, vou ser um grande piloto de caça isso prometo, porque fazemos muito bem aquilo que gostamos…
    No meu analizar e comparar tecnologias dos caças do FX-2, FX-3, vejo uma grande vantagem em comprar os SU-35 (Russia), assisti um video pelo Youtube (http://www.youtube.com/watch?v=JedIJJiqjn4) mostrando a eficiência do caça russo. Alta manobrabilidade em diversos ângulos e sentidos, eficiência em termos de radares e interceptação em grande distância, então voutaremos um pouquinho no tempo dos lançamentos dos (VLS), quando os EUA invadiram o nosso espaço aéreo e os nossos maravilhosos caças não acharam nada por falta de eficiência em tecnologia, eu tenho certeza que a eficiência do SU-35 traria à nós a interceptação do avião americano, ainda mais que a Russia disponibilizou a tecnologia do caça, uma oportunidade do Brasil começar a produzir seu própios caças e almentar seu poderio militar aéreo e sermos respeitados. Seria uma grande burrisse não aceitar essa proposta russa, espero que o nosso governo faça poronde… Agradeço, boa sorte Brasil pelos seu negócios e não faça a escolha errada e nem cagada

  6. brizolista

    A INFORMAÇÃO DE QUE NOSSOS PILOTOS DA FORÇA AERIA DESEJAM
    A COMPRA DOS CAÇAS SU35BM RUSSO PELO PODER DE FOGO ESSAS
    AERONAVES POSUI ALTONOMIA QUE COBRE TODA ESTENÇÃO DO NOSSO BRASIL ALEM DISSO EM GERRA QUEM VAI ENTRAR NO AVIÃO PARA COMBATER O INIMIGO SÃO NOSSOS PILOTOS E NÃO É O MINISTRO NELSON JOBIN NOSSA PRESIDENTE TEM QUE VER ISSO PORQUE ESSE AVIÃO FRANCEIS PELO QUE TENHO LIDO É FRACO

  7. Em 2002 a Dassault prometeu a Coreia do Sul que o seu Caça Rafale teria Spectra melhorado, motor mais potente, radar AESA e HMD. Caso o seu caça fosse vencedor do FX Coreano. Passaram-se 10 anos, e a Dassault faz a mesma promessa a Arabia Saudita para que o Rafale seja vencedor da concorrência do novo caça desse país. E até agora o Rafale não tem nada do prometido.Tanto que a Coreia do Sul nem colocou o Rafale, na sua nova concorrência. . A Coreia do Sul fez o fx1, fx2, nesses dois fx caças vencedores foram comprados, e agora parte para o fx3, tendo como participantes aceitos: o F-35 Lightning II, PAK -fa T-50 Russo e Typhoon. O Shake Saudita disse: não vou comprar o Rafale, pois tem um preço absurdo e custo de manutenção estrastoferico, para um caça que tem tecnologia igual a m F16 de 10 anos atras.
    O Rafale é o terceiro caça mais caro do mundo, o primeiro é o Raptor F22 americano. E um custo de manutençao superior ao F35 Ligthing americano. Quanto a transferencia de tecnologia, o futuro radar AESA do Rafale tem tecnologia americana, bem como o sistema de mira e software. Ou seja a Dassaulta não pode transferir 100% da tecnologia sem autorizaçao americana. Além de que os Franceses não cumprem nem oque é posto no papel e assinado, veja o caso da Helibras, que ate hoje só recebeu 30% da tecnologia dos helicopteros dos 100% prometidos. Como disse o Brigadeiro Quiça: OS FRANCESES, PROMETEM TUDO, MAS ATÉ MESMO O QUE ESTA NO PAPEL NAO CUMPREM. JÁ OS AMERICANOS POUCO PROMETEM, MAS CUMPREM TUDO O QUE ESTA NO PAPEL.
    A Força Aerea Brasileira mal tem dinheiro para voar seus F5 ao custo de 4 mil dolares a hora de voo, o que dira de um Rafaele que tem um custo da a hora de voo que chega a 35 mil dolares a hora de voo. Sou contra a compra do caça Rafale, nossa força ficaria no chão com esses caças.

    • Hipolito Herrera

      Os russos são mais confiaveis em questão de transferencia de tecnologia, vide a china se pudesse copiar tecnologia dos russos que forneceram ate uma vostok para ser usado na programa espacial chines ainda estariam pilotando teco-teco e com seus foguetes caindo iguais aos nossos, o mais importante não é so o pretenso poder das aeronaves o importante e ter a capacidade de fabricar os armamentos os radares e sistemas eletronicos data-link pois ai fica mais dificil ficar na dependencia dos outros.

    • Melhor fazer escolas

  8. Negociação com o Emirados Arabes Unidos (EAU) para a venda do Rafale :
    O radar RBE2 AESA do Rafale não tem detecção e rastreamento de alvos móveis em terra nem integração entre modos ar/ar e ar/terra, bem como tem 10% menos de alcance que o radar do F-16 Block 60 (AN/APG80 de 2003), o que estaria entravando as negociações com os Emirados Árabes, sendo o radar AESA do Rafale inferior ao do F-16 e F18. O Rafale tem tecnologia americana no seu novo radar AESA, sistema de mira, HMD e software de integração de sistemas, sendo necessaria autorização americana, a DASSAULT NÃO PODE TRANSFERIR 100% DA TECNOLOGIA DO RAFALE SEM AUTORIZAÇÃO AMERICANA, seu motor tem tecnologia da Rolls-Royce.
    O radar, ainda em desenvolvimento, apresenta limitações em relação aos radares já operacionais em outras aeronaves. Superar essas limitações exigirá muito mais tempo e investimento.
    O Rafale tem problemas de projeto SERÍSSIMOS, a ponto de, por exemplo, a parte elétrica inviabilizar o aumento de seu radar e a utlizaçao de um motor mais potente.
    O aumento de potência exigido pelos EAU para o RBE2 demandará uma total revisão da parte elétrica do Rafale, por absoluta falta de potência, além de interferir com a suíte SPECTRA, gerando interferências eletro-magnéticas que afetam seus sensores.
    A SPECTRA aparentemente não impressionou os peritos dos EAU, que exigem melhorias
    A França teria que fazer a reengenharia de TODA A PARTE ELÉTRICA DO VETOR, A UM CUSTO DE 2,90 BILHÕES de Euros. Bem como das tomadas de ar do motor, e nariz do avião, para acomodar um radar AESA mais potente do que aquele que sera instalado no avião.
    Em mais de 10 anos O RAFALE PERDEU TODAS AS CONCORRÊNCIAS DAS QUAIS PARTICIPOU. UM AVIÃO QUE NINGUEM QUER COMPRAR, COM TECNOLOGIA INFERIOR, CUSTOS DE AQUISIÇÃO E MANUTENÇÃO CARISSIMOS.
    Fica muito clara que a proposta de construção do Rafale no Brasil é somente conversa de vendedor. A França está lutando para conseguir exportar o aparelho para manter a linha de produção aberta para a fabricação de 11 unidades por ano. Não faz sentido pensar em montar uma linha no Brasil para 36 unidades. A menos que sejam modelos CKD, para serem “aparafusados” no Brasil. Aí não tem transferência de tecnologia nenhuma.

  9. Um aspecto que chama atenção é que os Coreanos esperam adquirir 60 caças modernos de quinta geração com um orçamento de 7,86 bilhões, enquanto nosso FX-2 prevê apenas 36 caças de quarta geração por valores bem mais altos, chegam a 10 bilhões de dolares, mesmo considerando a transferência de tecnogia. Percebe-se que corrupção do governo federal chegou ao FX. Empresas americanas não participam de nossas licitações federais porque são proibidas por lei de pagarem propina .

  10. BEM, VENDO TODO O ADIAMENTO NA COMPRA DAS AERO NAVES, CONCORDO NA COMPRA DO SU35BM, OS RUSSOS NAO SAO FRACOS NO ASSUNTO, MAS, MAIS CEDO OU MAIS TARDE TEMOS QUE TER TECNOLOGIA O SUFICIENTE PARA QUE NÓS MESMOS OS FABRIQUEMOS, TEMOS TECNICOS BRILHANTES SO FALTA O INCENTIVO DO GOVERNO.

  11. Su-35BM,dai sim nos estaremos prontos para peitar os americanos imbecis e narcizistas,de nada vai adiantar comprar avioes pequenos,melhor ficar com as velharias que temos.O governo tem que ouvir as opnioes dos pilotos tambem,ja que sao esles que darao suas vidas por nosso país.

  12. voce vai eh se arrebentar todo clehiton,ainda vai levar junto um dos parcos f5-EM versao 2 (segunda modernizacao kkk) que vai estar sendo usada em 2030 e do qual ate la teremos mais umas 30 unidades comprados de singapura em troca de caixas de banana,armas nao se sabe ainda mas temos um bom estoque de bombas da segunda guerra mundial que estao com poucas ferrugens,quando o tio sam vier buscar o petroleo que agora eh dele porque ele deu um jeito de votar na ONU a extensao do seu mar territorial para todo o atlantico sul voce,que diga se de passagem vai ser um piloto meia boca (piloto de flight simulator),vai poder tentar jogar uma bomba em um porta avioes yankee bem no estilo “falklands/malvinas” e rezar pra que ela exploda ou contamine os yankes com tetano,mas voce nem vai ver mesmo porque a essa altura vai estar tentando salvar sua pele puxando desesperadamente uma alca de assento ejetor que nao funciona ja que seu f5-EM2 vai tomar pelo menos uns 5 misseis no traseiro.

    • Hipolito Herrera

      O importante é o armamento e a estrategia não podemos esquecer que a Argentina afundou navios ingleses modernos avariou um porta aviões com aviões de quinta categoria pra isso contou com estrategia e armamentos e pilotos de qualidade.

  13. OS RUSSOS SÃO A MELHOR OPÇAO….. O SU-35 É O MELHOR DISPONÍVEL ATÉ AGORA

  14. boa noite a todos! primeiro gostaria de complementar que a aviação de caça no Brasil não aguentaria uma semana de ataque de nossos vizinhos venezuelanos com seus SU-35(monsters of war). Más como a republiqueta da banana tupíniquim só faz retrofit então que se modernize os Mirage 2000 que são aeronaves muito mais capaz que f-5. Só precisamos de um radar AESA by Israel + misseis meteor ou r-77 ou storm shadow ou qualquer um que tenha um alcance minimo de 250 km para impor o minimo de barreira anti-aérea. OBRIGADO!

  15. walderlee lopes de souza

    porque a embraer nao faz nossos avioes temos tecnicos e engenheiros capaz de desenvolver esta tecnologia.

    walderlee

    • Pelo simples fato de o governo não investir em projetos, se o governo não fechar a compra de no minimo 59 aviões, torna-se inviável, pois se gastaria um dinheiro que a Embraer não tem, e não há certeza de que o avião decole no gosto de outros países… e atualmente não possuímos tecnologia suficiente para dar esse passo seria necessário em média 10 a15 anos de pesquisas para o 1º protótipo

    • rogerio da silva sarmento

      é verdade a embraer é uma empresa com alto nivel tecnologico,,,,,mas para fabricar um caça supersonico tem que dominar uma serie de tecnologia que vai desde aa planta motriz ate a extrutura y aerodinamica ,ja que estamos falando de aeronaves que estarian voando a 3 g 2 a 3 v a velcidae do son y todo um aparatoso sistema de voo e controles eletronicos,tardariamos mais ou menos ens 15 a 20 anos para adquirir toda esta tecnologia….se podemos ter o repasse desta tecnologia e sobre ela desenvolver a nossa es mas viavel esperar os acordos e tirar proveito de todo isto.

    • Hipolito Herrera

      Não esqueça que o governo que na epoca era militar faliu a Bernadini e Engesa, assim, encomendava projetos como o carro de combate Osório que na epoca seriaum dos melhores e mais avançados do mundo, entre outros, jararaca, tamoio e deu no que deu empresas e exército falidos.

  16. rogerio da silva sarmento

    melhor seria o jas 39 gripen da suecia pois sua aplicaçao tecnologica é superior a do rafale i tem melhor aerodinamica,com poco arrasto de cola e bom desempenho em voo a baixa altitude…i ademas o repasso de tecnologia……por otro lado os caças russos tbm som uma boa alternativa…..para uma naçao que tem tdo para ser poderosa no senario mundial…ja que os russos tbm quierem produsir os caças no brasil com repasso de tecnologia……..na minha opiniao….ficaria com o jas39 gripen.

    • Hipolito Herrera

      E teria que andar com varios tanques extras no lugar dos armamentos raio de ação muito pequeno para as dimensões do Brasil, teria que ter outros com maior raio de ação teria que ser um avião compativel com os armamentos e eletronica.

    • Hipolito Herrera

      E andar com um posto de gasolina a reboque ou sem armamento para usar tanques extras as dimensões do Brasil são bem diferentes da Suécia, ai teriamos que comprar os SU35bm tambem.

  17. O BRASIL TEM QUE SE PROJETAR NO CENÁRIO MUNDIAL, COMO SUPER POTÊNCIA MILITAR, ISSO PARA TER O PODER DE RESPOSTA A ALTURA AOS PAÍSES QUE SE JULGAM DONOS DO DESTINO DO MUNDO. ESSA ESTÓRIA QUE O BRASIL NUNCA SERÁ ATACADO POR UM OUTRO PAÍS, JÁ NÃO É DESCARTADA NEM PELOS POLÍTICOS E NEM POR AUTORIDADES MILITARES, POIS O BRASIL, PELAS SUAS RESERVAS DE PETRÓLEO, ÁGUA DOCE E OUTRAS RIQUEZAS MINERAIS, ESTÁ SOB A COBIÇA DOS PAÍSES QUE NÃO RESPEITAM OS TRATADOS DA ONU, ETC.
    PARA MANTERMOS A PAZ E O RESPEITO DAS OUTRAS NAÇÕES, TEMOS QUE ESTAR PREPARADOS PARA O DIÁLOGO SIM, MAS SE FORMOS ATACADOS OU GRAVEMENTE AMEAÇADOS, PRECISAMOS ESTAR PREPARADOS, TREINADOS, EQUIPADOS E ARMADOS, COM TECNOLOGIA DE PONTA, PARA NOS DEFENDERMOS OU ATACARMOS, CONFORME O CASO E VENCERMOS, O QUE É O MAIS IMPORTANTE.

  18. CONFORME A GEOPOLÍTICA MUNDIAL, O AVIÃO RUSSO É A MELHOR DAS OPÇÕES, POR DOIS MOTIVOS :
    PRIMEIRO, SAIRIA DESSA CAMISA DE FORÇA IMPOSTA POR AMERICANOS E EUROPEUS,
    SEGUNDO, A QUALIDADE DO AVIÃO RUSSO É INQUESTIONÁVEL , AO CONTRÁRIO DO AVIÃO FRANÇÊS.

  19. antonio mesquita

    vamos ficar com os gripen ng menos gastos de manutencao e tamben teremos todas transferencia de tecnologia sueca e tambem geraria muito mais emprego e a embraer poderia faser outros cacas de combate com essa oportunidade que os suecos ta ofereceno pra fab ou embraer gripen ng a melhor oferta pro nosso brasil brasileiro

  20. Suécia + França = EUA… Esqueçam!! Vamos fechar com a Rússia que tem um projeto compatível com suas dimensões continentais e tecnologia inquestionável. Vamos acabar com esse excesso de diplomacia por parte do governo. Estamos tratando da defesa do nosso país, ora bolas!!!

    • Vamos fazer escolas pois tem gente precisando aprender a ler e escrever , de uma olhada acima em alguns posts e poderão ver.
      Se liga , tem muita coisa para ser visto e revisto á perder tempo com um assunto para gente grande.

  21. O mais censato seria comprar armamentos russos porque eles sao mais confiaveis como ja foi citado em outros comentarios.Os EUA e FRANÇA tem muitos intereses em riquesas naturais e como o BRASIL tem isso em abundancia nao seria seguro a aquisiçao de avioes desas naçoes e sim da RUSSIA que a muito tempo vende seus armamentos a paises sul americanos.

  22. O mal do povo brasileiro é querer construir o teto da casa sem ter sequer as fundações ou os alicerces. Uma educação de qualidade ensina as pessoas a tomarem as melhores decisões e nos momentos oportunos. Estão pensando que a compra de um caça é igual a compra de metralhadoras. De que adianta comprar aviões de 4a ou 5a geração e não ter gente para trabalhar devido a falta de conhecimento. Mesmo que a embraer projete e fabrique esses caças, não haverá contigente no país para absorver todo conhecimento necessário. Pouquíssimas pessoas conhecem a equação de bernoulli, e quem dirá a equação de navier-stokes.

  23. rogerio da silva sarmento

    quero aclarar uma coisa….o exercito brasileiro nao foi o culpado da falencia da engesa e bernadini…de verdade o brasil vendeu milhoes de material belicos para o iraque e o senhor sadan deu um calote milionario,tanto bernadini como engesa e avibras sao empresas privadas nao da para o governo estar salvando o pelo de empresas privadas……temos que aprender e vender com garantias minimas de receber o que se vende….na epoca tanto avibras como engesa e bernadini fecharao acordos sim garantias e vales internacionales ja que muitos paises eram contra as negociaçoes……….um saludo.

  24. sou filho de ex combatente de guerra da II granda guerra e estar muito triste com o que esta acontesendo com as forças armadas, toda sucateada com uma riqueza sem igual no pais e com tantos politicos fasendo a farra com odinheiro do povo sem excrupulos para saquear o pais ,nois brasileiros somos culpados por tudo isso que esta acontesendo ,

  25. em qualquer lugar do mundo manda quem tem dinheiro. é “respeitado” quem tem dinheiro. Basta esses politicos corruptos pararem de desviar nossos recursos que o Brasil será uma grande potencia, com ou sem armas.

  26. vamos comprar um pacote de 500 A29 Super Tucano e fica tudo resolvido. kkkkk

  27. Bom,existem alguns comentários aqui que são válidos sobre o ponto de vista patriótico ou até mesmo sobre algum tipo de “preferencia” sobre algum fabricante de caças de guerra.

    O Brasil é um país altamente complexo,o problema é que queremos,(leia-se governo)quer fazer uma troca de tecnologias,a Dassault não quer colocar sua tecnologia na Coréia do Sul,ou na Arabia Saúdita etc,o que eles querem é apenas vender,os países que impoem certas clausulas contratuais que afastam qualquer fabricantes de caças.

    Claro que seria super interessante ter um representante de qualquer marca de caça do mundo em território nacional,desde que use tecnololgia e mão de obra brasileira,pois do que adiante encher esse país de caças,se não qualificaremos os brasileiros para fazer a manutenção de tal avião ou qualquer objeto,temos que ser inteligentes.

    Comprar de todos: E ter a tecnologia de todos.

    Ser “amigo”de todos para evitar intrigas internacionais,pois o Estados Unidos tem fama de ser um país “mimado”.

    O mais interessante é ter o Suk,o F-22,Os Gripen,etc…ampliar a tecnologia e fazer com que a embraer pare com essa frescura de só fazer jatos de luxo e começar a fabricar caças de guerra.

    Simples,objetivo e direto….Comprar de todos e fazer a politica da boa vizinhança,pois grana aqui tem de sobra.

  28. para quem intereçar,em 94 quando o presidente do brasil era o fernando collor de melo , EOS USA,DESCOBRIRAN QUE O BRASIL TINHA ,1 POÇO DE 430 METROS DE FUNDURA ,POR 2 METROS DE LARGURA,Á O QUAL OS USA EXIGIPO QUE FOSSE TAMPADO POR ,ELES ACHAREN ,QUE BRASIL PODERIA DESENVOLVER HÁ BOMBA NUCLEAR,EO BURACO FOI TAMPADO,MAIS MESMO ASIM O BRASIL ESTA DEZENVOLVENDO ,POR DEBAIXO DO PANO ,HÁ BOMBA NUCLEAR,MAIS OS USA SABEM QUE BRASIL ESTA DSENVOLVENDO HA BONBA NUCLEAR ,MAIS PORQUE , OS USA NÃO FAZEM NA PARA INPEDIR O BRASIL,PORQUE SI OS USA MECHER COM O BRASIL HA AMEICA LATINA,NÃO CONFIARIAN ,MAIS NOS USA ,JÁ QUE HÁ AMERICA LATINA,AINDA É UMAS QUE POUCA QUE CONFIAN,E ATACANDO O BRASIL,É COMO DAR UM TIRO NO PROBRIO PÉ ,ENTENDERAN,JUNTOS COM OS MISSEIS INTECONTINETAL,ESTÁ PRONTA UM MISSIL.. COM BOMBA NUCLEAR,É SÓ PENSAR

  29. Marcos não fala besteira seu analfabeto idiota!

  30. o brasil tem que comprar mais cassas russos não francezes

  31. sim se a russia entrar com esses avioes de combate derruba toda a concorrencia porque os caças da russia e o melhor no momento pode ate surgir alguns com grande semelhancas mais hoje e agora e omelhor pelas pesquisas que eu fiz

  32. jose valter de souza cachate

    O Brasil não deve comprar qualquer tipo de armamento aos EE.UU, em retaliação a espionagem que ele fez ao Brasil, não respeita ninguem só defendem os seus os seusdireitos sem respeitar os dos outros. O Brasil no meu ponto de vista sé deveria comprar qualquer tipo de armas a Russia porque ainda é confiavel.

  33. Penso da seguinte forma, Nosso país é capais de criar tecnologias de ponta é temos engenheiros para isso , só falta os safados dos políticos corruptos pararem de desviar dinheiro ,

    Em termos de compra de caças , a melhor opção são os caças do russos

  34. SR.BELARMINO MORATO

    SOU BRASILEIRO ,MAS NAO TENHO DIREITOS NO MEU PAÍS EU E MUITOS OUTROS BRASILEIROS , ASSALARIADOS LUTAMOS P/ SOBREVIVER PAGAMOS MUITOS IMPOSTOS E NAO TEMOS DIREITOS EM NADA , NOSSO PAIS TA NA MAO DE ESTRAGEIROS ENGANANDO TODO MUNDO, MAS NOS ESTAMOS ACORDANDO P/ REVINDICAR NOSSOS DIREITOS Q NOS FOI DADO PELAS NOSSOS GUERREIROS NO PASSADO UMA NOVA FORÇA SURGIRA NO BRASIL E SERA IMBATIVEL CONTRA TODOS Q SE METER NO NOSSO CAMINHO E NOSSA LEI SERA CRUEL NOS NAO VAMOS TER PIEDADE DE NADA ,A LEI E A JUSTIÇA CAMINHARA JUNTAS ,PARA Q TODOS ENTENDAM Q NADA É PRA SEMPRE E O Q NAO PRESTA ACABA.

Esse espaço é para debate de assuntos relacionados ao Blog, fique á vontade para comentar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: